Homem morto durante trilha em SP celebrava 2019 de conquistas

Antonio, 29, caiu de uma ponte de 50 metros no último domingo (12) e não resistiu. Em rede social, afirmou que o último ano foi o melhor de sua vida

Antonio morreu aos 29 anos

Antonio morreu aos 29 anos

Reprodução/Facebook

“O melhor ano da minha vida”. Assim escreveu Antonio Raphael Gomes Freitas sobre 2019 em sua conta no Facebook, duas semanas antes da trágica morte no último domingo (12), quando caiu de uma ponte férrea de 50 metros durante a prática de trilha, uma de suas atividades favoritas.

Antonio, que havia saído com um grupo de 15 pessoas para fazer a trilha, caiu enquanto caminhava por uma das pontes de ferro da Travessia da Funicular de Paranapiacaba (SP), no ABC Paulista.

Os bombeiros que fizeram o resgate caminharam por cerca de 3 quilômetros até encontrar o corpo do homem de 29 anos. Ele sofreu fraturas múltiplas ao cair em queda livre e teve morte instantânea ao despencar da ponte.

No Facebook, Antonio se mostrava apaixonado por aventuras e publicava com frequência fotos de suas trilhas e outros esportes radicais. No último 30 de dezembro, escreveu um texto celebrando 2019 e afirmando que “se encontrou” em uma nova fase.

“Foi aqui onde tudo começou a (sic) pouco mais de um ano, essa minha nova fase onde estou muito feliz e me encontrei, posso dizer que esse foi o melhor ano da minha vida. Conheci muitas pessoas, muitos amigo (sic) e posso até dizer que alguns irmãos. Espero que esse ano que está por vim (sic) seja melhor que esse que está indo #trilheiro #aventureiro #vivaoevivendo #feliz”, disse o jovem.

Na última publicação feita na rede social, em 6 de janeiro, ele fazia planos para ir em locais para acampamento pelo estado de São Paulo. “Quem vamos?”, escreveu.

O corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto Médico Legal de Santo André. O caso foi registrado no 6º Distrito Policial da cidade.