São Paulo Homem que matou esposa na frente dos filhos se entrega à polícia

Homem que matou esposa na frente dos filhos se entrega à polícia

Em depoimento, suspeito que chegou a simular um assalto alega que a arma disparou de forma acidental durante discussão

  • São Paulo | Do R7*, com informações do Balanço Geral

O homem suspeito de ter matado por ciúmes a esposa na frente dos filhos, na zona sul de São Paulo, se entregou à polícia nesta sexta-feira (22). 

Geovanni Marciano da Silva, de 24 anos, matou a mulher Mônica Aparecida dos Santos, de 23 anos, na frente dos filhos no último sábado (16) dentro da sua casa, no Parque Bologne, zona sul de São Paulo.

Monica, assassinada na zona sul de SP

Monica, assassinada na zona sul de SP

Reprodução/Record TV

O crime aconteceu após a vítima fazer uma publicação nas redes sociais em que diz que queria conhecer gente nova e viver a vida.

Geovanni afirmou para a irmã da vítima que a companheira havia tirado a própria vida, depois inventou que um assaltante entrou na casa e efetuou os disparos.

De acordo com depoimento prestado à polícia, Geovanni teria visto algumas mensagens no celular da esposa enquanto ela dormia. O jovem ameaçou ir atrás da pessoa com quem supostamente Mônica estava se envolvendo. Na tentativa de Mônica de impedir que o suspeito pegasse o revólver que tinha guardado na casa, segundo seu relato, a arma teria batido em um vidro do quarto e disparado na mulher.

Ainda conta que ''jamais em sã consciência faria isso com minha esposa, nunca amei na vida alguém como a amava; o tiro foi acidental, desejo que a justiça seja feita''.

Últimas