São Paulo Homem surta e mata os pais e o papagaio da família em casa em SP

Homem surta e mata os pais e o papagaio da família em casa em SP

Filho teria usado drogas e medicamentos tarja preta antes de cometer o crime com uma faca. Ave de estimação foi morta para provocar os pais   

Os dois estavam em casa e receberam a visita do filho e foram mortos a facadas

Os dois estavam em casa e receberam a visita do filho e foram mortos a facadas

Reprodução Record TV

Leonardo Rubi é suspeito de matar os pais Eduardo Rubi Gimenez, de 76 anos, e Dorotéia Rubi, de 71 anos, na casa onde viviam há mais de 30 anos em Santa Rita do Passa Quatro, no interior de São Paulo. O papagaio de estimação da família também foi morto. As informações são da Record TV.

Leia mais: Natal tem um feminicídio a cada 8 horas no interior de São Paulo

Segundo o delegado que investiga o caso, Domingos Antônio de Mattos, o filho chegou em casa "usou muitas drogas, crack, tomou duas cartelas de medicamentos tarja preta, chamou a mãe na copa, passou a faca no pescoço, depois o pai, que estava acamado, gritou e também foi morto".

Para provocar os pais, o filho teria matado o papagaio, que pertencia a Eduardo há muitos anos. Os vizinhos ficaram chocados com o crime e afirmaram que o casal era querido na região.

Veja também: Camelôs arriscam a vida entre carros na Marginal Tietê

Alex Leme é vizinho e conta que chegou na casa logo após o crime: "as quatro bocas do fogão estavam acesas, um cobertor tava queimado, a intenção dele era botar fogo na casa". E completou: "a Dorotéia estava no chão esfaqueada e Eduardo estava na sala, no chão, morto".

O suspeito foi levado para o hospital com um corte superficial no pescoço e foi ouvido pela polícia ainda no local e confessou o que houve na casa durante a visita aos pais. Dorotéia era dona-de-casa e Eduardo foi bancário por muitos anos.