São Paulo Instrutor de remo da USP morre afogado após bater lancha em barranco

Instrutor de remo da USP morre afogado após bater lancha em barranco

Segundo testemunha, homem saiu da raia olímpica, bateu o barco e caiu na água; caso foi registrado como morte suspeita

  • São Paulo | André Carvalho, Isabelle Gandolphi e Rodrigo Balbino, da Agência Record

Acidente ocorreu ocorreu no último sábado (26)

Acidente ocorreu ocorreu no último sábado (26)

Reprodução/Record TV

Um instrutor de remo olímpico morreu afogado após perder o controle da lancha em que estava e bater contra um barranco na raia olímpica da USP (Universidade de São Paulo), na região do Butantã, zona oeste da capital paulista, na manhã de sábado (26).

O homem chegou a ser socorrido por equipes que estavam no local, mas inconsciente. Médicos do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foram acionados e constataram a morte da vítima.

Compartilhe esta notícia no Whatsapp
Compartilhe esta notícia no Telegram

De acordo com informações do boletim de ocorrência, uma testemunha relatou que o instrutor estava na lancha, quando saiu da raia e colidiu com um barranco. Posteriormente, a vítima foi vista se debatendo na água, mas acabou se afogando. Veja nota da SSP-SP (Secretaria de Segurança Pública de São Paulo) abaixo.

Após a constatação da morte, a Polícia Militar também foi ao local e preservou a raia olímpica da USP para perícia. O caso foi registrado como morte suspeita no 91º DP (Ceasa).

Em nota, a USP informou que lamenta a morte do servidor do Centro de Práticas de Esportivas e afirmou que está prestando assistência à família e às autoridades públicas.

Veja nota da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo na íntegra:

"Um homem de 49 anos morreu afogado, na manhã deste sábado (26), na avenida Professor de Mello de Morais, no Butantã, zona oeste da capital. Policiais militares foram acionados para atender a ocorrência de encontro de cadáver. No local informado, foi constatado que a vítima participava de um evento esportivo, quando, em dado momento, caiu na água e se afogou. 

Uma testemunha relatou que a vítima estava em uma lancha, quando saiu da raia em que estava e colidiu com um barranco. Posteriormente, a vítima foi vista se debatendo na água, mas acabou se afogando. O salva-vidas do evento tentou resgatar o homem, mas não o localizou. O Corpo de Bombeiros foi acionado e a vítima foi localizada, já sem vida, sendo retirada da água. 

A perícia foi acionada ao local e foi requisitado exame necroscópico ao IML. O caso foi registrado como morte suspeita (morte acidental) no 91° (Ceasa) e será investigado."

Confira as dicas dos bombeiros para evitar afogamentos

Últimas