'Iríamos realizar nosso sonho', diz noivo de professora atropelada

Milena Toschi de Andrade se casaria nesta sexta-feira (1º), mas morreu atropelada por uma moto um dia antes, em Francisco Morato (Grande SP)

Ivan e Milena se casariam nesta sexta-feira (1º)

Ivan e Milena se casariam nesta sexta-feira (1º)

Reprodução/Facebook

Noivo da professora Milena Toschi de Andrade, 23 anos, Ivan Viana usou as redes sociais para prestar homenagem a jovem, que morreu após ser atropelada por uma moto a caminho do trabalho, em Francisco Morato (Grande São Paulo), na última quinta-feira (31), um dia antes do casamento.

"Me dói tanto saber que ontem estávamos tão felizes por nossas conquistas, por nosso amor ser tão grande, por saber que amanhã iríamos realizar o nosso maior sonho, que era nos casar, felizes por nossa casinha estar prontinha para começarmos nossa vida juntinhos, como você sempre dizia", escreveu Ivan no Facebook.

Ainda na rede social, Ivan disse que "a única explicação é que ela era tão perfeita, que Deus a quis logo ao lado dele, que ela brilhe lá no céu como sempre brilhou na minha vida e na vida de todos que a tinha por perto".

Nesta sexta-feira (1º), dia que estava marcado para acontecer o casamento, ocorreu o velório de Milena, no Cemitério Municipal da cidade. Milena foi enterrada com um vestido de noiva, e Ivan foi um dos que ajudou a levar o caixão.

No dia que morreu, a professora estava realizando os últimos preparativos e ansiosa para o casamento. "Desde 7h ela já tinha o planejamento de tudo, maquiagem, vestido, bolo, lembrancinhas para dar na comemoração, ida para o restaurante que tinham feito a reserva para família, e todos esses detalhes que a noiva faz", afirma Caroline Viana, cunhada da professora.

Antes do velório da jovem, familiares e amigos realizaram um protesto para reivindicar por sinalizações de trânsito no local onde aconteceu o acidente. O motoqueiro envolvido no atropelamento também ficou ferido e foi socorrido por uma ambulância do município.

De acordo com a Polícia Civil, Milena teria tentado atravessar a rua, de forma repentina, fora da faixa de pedestre. Por conta do fluxo de veículos, o motoqueiro, de 21 anos, não conseguiu frear, atingindo a vítima.