São Paulo Jovem confessa ter matado a mãe idosa a socos, em São Paulo, porque estava sob efeito de drogas

Jovem confessa ter matado a mãe idosa a socos, em São Paulo, porque estava sob efeito de drogas

Suspeito, de 23 anos, foi preso em flagrante. Segundo a PM, ele se arrependeu do crime e ficou horas com o corpo dentro de casa

  • São Paulo | Letícia Assis, da Agência Record

Jovem confessa ter matado a mãe idosa a socos porque estava sob efeito de drogas

Jovem confessa ter matado a mãe idosa a socos porque estava sob efeito de drogas

Reprodução / Record TV

Um jovem matou a própria mãe a socos dentro da casa da família, na rua Indaiá, Vila Prudente, zona leste de São Paulo, na manhã desta terça-feira (24). O corpo permaneceu na casa até que ele foi detido horas mais tarde, já na madrugada desta quarta-feira (25).

O suspeito, de 23 anos, espancou a mãe, Maria Angela Bertelli, de 70 anos, até a morte. Segundo o jovem, ele havia feito uso de drogas pouco antes das agressões.

De acordo com a Polícia Militar, equipes da 4ª Companhia do 21° Batalhão foram acionadas para uma ocorrência de encontro de cadáver no endereço.

No 10° andar do condomínio Villagio Di Torino, os policiais localizaram o companheiro da vítima na sala. O homem também informou que o agressor, filho da mulher, estava no quarto.

Os agentes foram até o suspeito e o questionaram sobre o ocorrido, mas, segundo a corporação, o jovem pronunciava frases desconexas.

Segundo o soldado Guedes, responsável pela ocorrência, ao conversarem com o companheiro da vítima, ele informou que havia sido contatado pela irmã de Maria, que dizia estar tentando falar com a família desde a manhã, sem sucesso.

Sem notícias da idosa, o homem foi até o imóvel no fim da noite de terça e encontrou a mulher, já morta, na sala.

Os policiais tentaram novamente perguntar ao filho a dinâmica do crime. Ao se aproximarem, foram recebidos com hostilidade pelo jovem, que também desligou o computador que usava ao puxar os cabos da tomada.

Ao ser contido, o agressor confessou que havia discutido com a mãe após o uso de drogas. A corporação informou que havia um forte odor de maconha no quarto.

Segundo a PM, o homem dizia que "precisava consertar o sistema e buscar informações, e era isso que tinha feito".

De acordo com a Record TV, assim que passou o efeito da droga, o jovem se arrependeu do crime e não conseguiu sair do imóvel, passando o dia com a mãe morta dentro de casa.

Preso em flagrante, ele foi encaminhado ao 56° Distrito Policial, na Vila Alpina. O suspeito foi levado ao IML (Instituto Médico-Legal) para exames de corpo de delito.

Depois ele será levado ao Fórum da Barra Funda, onde vai passar por audiência de custódia durante a tarde desta quarta.

Últimas