Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Jovem é preso sob suspeita de queimar e matar mulher grávida

Crime ocorreu na última sexta-feira (9), em Embu das Artes, na Grande SP. Suspeito confessou o crime, informou a Secretaria de Segurança Pública

São Paulo|Elizabeth Matravolgyi, da Agência Record, e Plínio Aguiar, do R7

Mulher foi morta na Grande SP
Mulher foi morta na Grande SP Mulher foi morta na Grande SP

Um homem de 19 anos foi preso nesta segunda-feira (12) sob a suspeita de queimar e matar a mulher grávida, de 18 anos, em Embu das Artes, na Grande São Paulo.

O corpo de Valéria Rodrigues da Cunha foi encontrado parcialmente carbonizado, por volta de 17h, na sexta-feira (9), na rua Zirok, no Parque Industrial. Policiais militares foram acionados após uma denúncia e, ao chegarem ao local, encontraram a vítima. O caso foi registrado na Delegacia de Embu das Artes, que posteriormente solicitou perícia ao local, exame necroscópico e carro de cadáver.

Leia mais: Doze mulheres são vítimas de feminicídio nos últimos oito dias

De acordo com Bernardo Armani, repórter da RecordTV, a jovem estava grávida de cinco meses e o suspeito não queria ter o filho. Os dois discutiram antes de ele assassiná-la.

A morte de Valéria foi explicada pelos investigadores da Polícia Civil. Em nota, a SSP (Secretaria de Segurança Pública) informou que o homem, com quem a vítima mantinha um relacionamento amoroso, confessou o crime. "O delegado o indiciou por homicídio", disse a nota.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.