São Paulo Jovem executado em Bertioga (SP) teria se passado por policial

Jovem executado em Bertioga (SP) teria se passado por policial

Vítima, de 24 anos, foi morta com um tiro à queima-roupa após intervir em uma discussão em uma tabacaria durante o feriado da Independência

  • São Paulo | Giovanna Risardo, da Record TV

O jovem Igor da Conceição, de 24 anos, executado em Bertioga, no litoral sul de São Paulo, teria sido morto após supostamente ter se identificado como policial para intervir em uma discussão com desconhecidos na frente de uma tabacaria. A vítima foi sepultada nesta sexta-feira (10), em Suzano, na Grande São Paulo.

Jovem foi executado em Bertioga

Jovem foi executado em Bertioga

Reprodução/Record TV

Leia também: Jovem morto em bar de Bertioga (SP) foi atingido por três tiros

Gravações de câmeras de monitoramento exibidas pela Record TV mostraram o rapaz — que passava o feriado da Independência com amigos na praia — conversando com uma mulher e outros dois homens.

Nas imagens, é possível ver que todos gesticulavam bastante e pareciam discutir. De repente, um suspeito que usava um blusa com capuz se aproxima de Igir e dispara à queima-roupa. Socorrido, Igor morreu dois dias depois. O fato de ter dito que seria policial poderia ser o motivo do crime.

, disse Ricardo Costa, tio de Igor.

Investigação

As imagens das câmeras de segurança do estabelecimento serão utilizadas para tentar identificar o atirador e outros possíveis suspeitos de envolvimento no crime. Amigos e familiares de Igor devem ser chamados pela Polícia Civil para prestar depoimento. 

O tio de Igor acredita que os amigos do rapaz saibam de algo mais do que revelaram. As desconfianças aumentaram depois que Ricardo recebeu mensagens de áudio do dono da tabacaria, que estava no local. Ele diz que a vítima estava acompanhado pelos 3 amigos. Mas que eles não se envolveram na discussão.

Últimas