São Paulo Juíza absolve homem suspeito de agredir irmã de Zanin e chutar os cachorros dela

Juíza absolve homem suspeito de agredir irmã de Zanin e chutar os cachorros dela

Rogério Cardoso Júnior foi acusado de maus-tratos em animais domésticos e de ofender a integridade corporal de Caroline Zanin

  • São Paulo | Do R7

Caroline Zanin voltava de passeio com cachorros quando foi atacada

Caroline Zanin voltava de passeio com cachorros quando foi atacada

Reprodução/Record

Rogério Cardoso Júnior, de 64 anos, suspeito de ter agredido a advogada Caroline Zanin, irmã do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Cristiano Zanin, e chutado os cachorros dela, foi absolvido pelo TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) nesta terça-feira (19).

Na decisão, a juíza Isaura Cristina Barreira afirma que as imagens registradas por câmeras (vídeo abaixo) de segurança em Perdizes, na zona oeste de São Paulo, mostram que Rogério estava "caminhando normalmente e que foram os dois cachorros que se aproximaram do réu sem qualquer contenção por parte da vítima". 

O homem havia sido acusado de maus-tratos em animais domésticos e de ofender a integridade corporal ou a saúde de outra pessoa, segundo o Código Penal.

De acordo com a juíza, foi só depois que os cães atacaram Rogério que Caroline teria tentado contê-los. A decisão ainda afirma que o réu teria continuado seu caminho e deparado de novo com a advogada e seus dois cachorros, que teriam avançado nele novamente.

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia no WhatsApp
Compartilhe esta notícia no Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

"Nota-se que a corda da coleira dos dois cachorros estava frouxa e a vítima não conteve e não teve nenhum cuidado na contenção de projeção do ataque de seus cachorros", afirmou a juíza na decisão. 

Para a magistrada, Rogério se antecipou e desferiu um chute em contra-ataque à ação dos cachorros. Ela classificou a ação do homem como "amparada pelo estado de necessidade em face do iminente ataque dos dois cachorros, decorrente da negligência da vítima". 

Relembre o caso

A irmã do ministro Cristiano Zanin foi agredida enquanto voltava de um passeio com seus dois cachorros, no dia 16 de outubro deste ano, em Perdizes, na zona oeste de São Paulo.

Segundo o boletim de ocorrência registrado sobre o caso, ao qual o R7 teve acesso, a advogada Caroline Zanin Martins, de 43 anos, entrava no condomínio onde mora quando Rogério se aproximou e disse: "Vou chutar você e seus cachorros".

Em seguida, o homem passou a chutar os animais e as pernas da advogada. Assustada com o ataque, Caroline Zanin gritou e pediu ajuda ao segurança do prédio. Este, entretanto, não reagiu a tempo de evitar as agressões.

Os cachorros ficaram feridos, inclusive com sangramento, e a vítima teve hematomas nas pernas.

Últimas