São Paulo Justiça analisa vídeo, vê GCM com sacola de drogas e solta vendedor negro torturado e preso por tráfico

Justiça analisa vídeo, vê GCM com sacola de drogas e solta vendedor negro torturado e preso por tráfico

Juíza diz que guardas teriam atribuído os entorpecentes ao acusado, mas que não eram dele. Homem chegou a sofrer tortura

  • São Paulo | Rodrigo Balbino, da Agência Record

Vídeo viralizou nas redes sociais

Vídeo viralizou nas redes sociais

Reprodução/Twitter - 31.05.2022

Após analisar um vídeo apresentado pela Defensoria Pública, a Justiça decretou, nesta terça-feira (31), a soltura provisória de César Victor Batista, de 56 anos, que era suspeito de tráfico de drogas no centro de São Paulo. Nas imagens é possível ver que o homem, que é negro, sofre uma abordagem agressiva e é torturado por guardas da GCM (Guarda Civil Metropolitana).

Após o término da audiência de custódia, a juíza Gabriela Marques da Silva Bertoli relatou em parecer que um agente da GCM saiu da viatura com uma sacola de entorpecentes nas mãos, que durante o registro da ocorrência foi atribuída ao acusado.

A juíza escreveu, ainda, que as imagens reafirmam a versão de César, que diz ter sofrido abusos físicos por parte dos agentes de segurança. Por fim, Gabriela relaxou a prisão em flagrante do acusado e emitiu alvará de soltura imediato.

Em nota, a SMSU (Secretaria Municipal de Segurança Urbana) informou que os três agentes envolvidos na ocorrência foram afastados do serviço operacional. "A SMSU não compactua com desvios de conduta e todos os casos são rigorosamente apurados e, comprovadas irregularidades, os autores são punidos conforme a legislação vigente", escreveu

Entenda o caso

Um vídeo registrou a abordagem violenta de agentes da GCM (Guarda Civil Metropolitana) contra um homem, que seria vendedor ambulante, no bairro Santo Cecília, no centro de São Paulo, na segunda-feira (30).

As imagens mostram dois guardas, um deles segurando um homem pelos pulsos. A pessoa que filma a ação se aproxima da abordagem e, em determinado momento, o segundo guarda vira a parte superior da perna do homem e coloca o peso de seu corpo em cima dela.

O primeiro guarda, que estava segurando os pulsos, aparece posteriormente colocando o joelho em cima do pescoço do vendedor, que não parece resistir à abordagem.

Em nota, a SMSU informou que durante o patrulhamento pela região os guardas avistaram o homem, que teria dispensado um pacote e fugido ao avistar as viaturas. Por esse motivo, eles teriam decidido ir atrás do vendedor.

Últimas