São Paulo Justiça decreta prisão de GCM que matou homem em feira livre de SP

Justiça decreta prisão de GCM que matou homem em feira livre de SP

Flagrado por câmeras, Romualdo Barbosa Santos se entregou à polícia na segunda-feira (26) e responderá por homicídio qualificado por motivo torpe

  • São Paulo | Isabelle Gandolphi, da Agência Record

A Justiça decretou nesta terça-feira (27) a prisão temporária de 30 dias do guarda civil Romualdo Barbosa Santos, de 46 anos, preso após matar um homem em uma feira livre, na Brasilândia, zona norte da capital, na manhã de sábado (24).

Santos se entregou à polícia na tarde de segunda-feira (26) e foi encaminhado à carceragem do 2° Distrito Policial. Câmeras de monitoramento flagraram o momento do assassinato. 

Câmeras de monitoramento flagraram o momento do crime

Câmeras de monitoramento flagraram o momento do crime

Reprodução/Record TV

Por meio de nota, a Secretaria Municipal de Segurança Urbana (SMSU) informou que a GCM está apurando internamente e o caso e colaborando com as investigações. Romualdo foi indiciado por homicídio qualificado, por motivo torpe. A arma usada no crime, de propriedade da GCM, foi apreendida para perícia.

Últimas