São Paulo Justiça Militar condena soldados por estupro de jovem em viatura na Praia Grande (SP) 

Justiça Militar condena soldados por estupro de jovem em viatura na Praia Grande (SP) 

Em junho de 2021, os PMs chegaram a ser absolvidos pelo tribunal, que alegou que a vítima 'não resistiu ao sexo'

  • São Paulo | Do R7

Estupro aconteceu em uma viatura da Polícia Militar

Estupro aconteceu em uma viatura da Polícia Militar

Reprodução/Polícia Militar

O TJMSP (Tribunal de Justiça Militar de São Paulo) condenou os soldados Danilo de Freitas Silva e Anderson Silva da Conceição pelo estupro de uma jovem de 19 anos dentro de uma viatura na Praia Grande, no litoral do estado.

Em junho de 2021, os policiais foram absolvidos pela Justiça Militar, que alegou que a vítima "não resistiu ao sexo". Posteriormente, a Defensoria Pública de São Paulo recorreu da decisão.

O crime aconteceu em junho de 2019. Na época, segundo a Polícia Civil, a mulher parou o carro dos policiais e pediu ajuda, pois achou que estava sendo seguida. Os PMs, então, a colocaram na viatura e se ofereceram para levá-la até um terminal rodoviário da cidade. Entretanto, eles se desviaram do caminho e cometeram o estupro.

De acordo com o TJMSP, Danilo foi condenado a 16 anos de prisão em regime fechado, enquanto Anderson foi sentenciado a sete anos de reclusão em regime semiaberto. O processo tramita em segredo, e ainda cabe recurso.

Últimas