Linha de ônibus vira alvo de arrastões na zona leste de SP

Segundo passageiros, que estão se reunindo para relatar casos em rede social, ocorreram três assaltos na Linha 3766-10 nesta semana

Linha de lotação em Itaquera é alvo de arrastões

Passageiros e moradores da região do Terminal Itaquera estão assustados

Passageiros e moradores da região do Terminal Itaquera estão assustados

Edu Garcia/R7/01.03.2019

Os passageiros de ônibus e moradores da região de Itaquera, na zona leste de São Paulo, têm relatado casos de arrastões na linha 3766-10 sentindo Cohab 2. Usuários dizem que só nesta semana ocorreram três assaltos em ônibus da linha. No Facebook, as vítimas estão se reunindo para formalizar esses roubos junto à polícia.

Veja mais: Assaltos assustam motoristas e passageiros na BR-101 (RJ)

Segundo relato dos passageiros, os assaltantes entram no lotação, passam a catraca, assaltam as pessoas da parte de trás e descem no ponto próximo ao parque Linear do Rio Verde, onde há uma comunidade perto, logo após a estação Itaquera do metrô. De acordo com os passageiros, não se sabe ao certo o número de assaltantes, mas pelo menos um anda armado.

A moradora Amanda Francez afirmou que sua avó foi uma das vítimas de arrastão ocorrido na sexta-feira (12), às 14h45. Ela contou que s idosa está muito abalada com o acontecido.

"Minha avó ainda está muito assustada. Já passamos outra vez pela região do assalto e ela continua com medo. Ela tem medo, mas não tem jeito, para voltar para casa tem que passar por lá", disse Amanda.

A vítima também contou que o assaltante ameaçou o motorista caso ele tentasse fazer algo. "O motorista não fez nada, pois foi ameaçado. O ladrão disse que ele passava ali todo dia e, caso não o deixasse descer, ia pegar o motorista. Ele estava armado, então ninguém fez nada."

Policiamento preventivo

A SPTrans, empresa que administra o transporte público de São Pualo, informou em nota que mantém contato com a Guarda Civil Metropolitana e Polícia Militar sobre às ocorrências de roubos e furtos dentro dos veículos. De acordo com a empresa, todos os registros são comunicados ao setor de inteligência das autoridades policias.

"Entre janeiro e março de 2019, foram registradas 45 ocorrências de assalto em ônibus, sendo oito na zona leste, afrima a SPTrans", afirmou a nota.

Já a Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou que as polícias Civil e Militar atuam na região citada para coibir a criminalidade, incluindo os roubos e furtos. No local, o policiamento preventivo e ostensivo é feito pela 3ª Companhia do 28° Batalhão de Polícia Militar do Metropolitano (BPM/M).

"O patrulhamento é intensificado, com base no planejamento estratégico e mapeamento das ocorrências, por meio dos programas Rádio Patrulha, Força Tática, Rocam, além da Ronda Escolar e o Policiamento Comunitário", disse a secretaria.

A nota afirmou também que todos os casos de roubos e furtos na região, que são levados ao conhecimento da Polícia Civil, por meio do boletim de ocorrência, são devidamente investigados. Por isso, o B.O é importante, além de embasar as políticas públicas de segurança.

De acordo com a SSP, no dia 16/04, a Polícia Civil prendeu dois líderes de uma quadrilha envolvida em roubos de celulares em ônibus na zona sul de São Paulo. Durante a investigação, outros 17 integrantes foram presos.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Ana Vinhas