São Paulo Loja da Shein é inaugurada em SP, com briga, confusão e longas filas

Loja da Shein é inaugurada em SP, com briga, confusão e longas filas

Gigante do e-commerce abriu loja temporária em um shopping na zona sul da capital paulista

  • São Paulo | Maria Cunha*, do R7

Resumindo a Notícia

  • Marca chinesa Shein inaugurou uma loja temporária em São Paulo
  • Inauguração do estabelecimento foi marcada por longas filas e confusão
  • Vídeo de briga em frente à loja viralizou nas redes sociais
  • Consumidores saíram de diferentes regiões de SP para ir ao local
Shein inaugura loja em SP com confusão e longas filas

Shein inaugura loja em SP com confusão e longas filas

Maria Cunha/R7

Neste sábado (12), a marca Shein inaugurou uma loja temporária no shopping Vila Olímpia, localizado na zona sul de São Paulo. O gigante do e-commerce ganhou popularidade entre os consumidores pela venda de roupas baratas e atraiu uma multidão para o centro de vendas nesta manhã.

A inauguração do estabelecimento foi marcada por longas filas. Há relatos de pessoas que chegaram por volta das 6h da manhã para conseguir um bom lugar na fila. Marcela Rocha, de 22 anos, saiu de Guarulhos, a quase 30 km da loja, para conferir a chegada da marca ao Brasil e decidiu encarar a fila, que começava do lado de fora do shopping e continuava pelo estacionamento e corredores.

"Não teve muita organização da fila, a gente não vê muitos seguranças, mas as pessoas que vão comprar estão respeitando os outros. Sai uma briguinha aqui e outra ali, mas nada fora do normal. Até o momento está sendo uma experiência divertida, um fim de semana em que você quer testar seus nervos. Continuo na fila, agora que já estou dentro do shopping, vou continuar e vou ver a loja. Vim de muito longe para voltar sem nada", disse.

Para Marcela, a fila poderia estar tranquila, mas nas redes sociais circulam relatos diferentes. Um vídeo que viralizou na internet mostra uma briga que aconteceu na porta da loja da Shein. Nas imagens, é possível ver uma confusão generalizada entre consumidores, com gritaria, empurrões e mulheres tentando brigar fisicamente.

Devido aos barracos e ao tamanho das filas, alguns consumidores chegaram a ir até o shopping mas desistiram de tentar entrar na loja. "Pensei que ia ter muitas oportunidades de preços baixos, variedades. E porque a gente ia poder pegar as peças e já levar, sem esperar a entrega, tocar nas peças, ver o material, as cores. Mas a gente entrou na fila e ficou um pouco decepcionada. Vou desistir, com certeza; a gente já foi até o final e viu que está bem cheio, bem lotado e algumas pessoas saíram da loja reclamando", contou Patrícia dos Santos.

Sabrina Sanches, uma cliente que estava na fila da loja da Shein nesta manhã, conta que saiu da zona leste de São Paulo para ir até o local da inauguração em busca de peças com um custo-benefício que não encontra em marcas brasileiras. "Vim na esperança de ver as roupas que acho no site. Umas roupas mais bonitas, estilosas e com um preço que não encontro mais no Brasil. As lojas de departamentos do Brasil estão cada vez mais fora do orçamento de muitos brasileiros. Por isso acho que tem tanta gente aqui à procura de roupas boas, bonitas e com preços acessíveis", disse.

Veja abaixo fotos da inauguração da Shein em SP:

* Estagiária do R7, sob supervisão de Pedro Garcia

Últimas