São Paulo Mãe de Eliza Samudio pede ajuda financeira após marido entrar em estado vegetativo

Mãe de Eliza Samudio pede ajuda financeira após marido entrar em estado vegetativo

Segundo Sônia Moura, o seu companheiro teve diversas paradas cardíacas. Ele ajudou na criação do filho de Eliza e do goleiro Bruno

  • São Paulo | Do R7

Avó do filho do goleiro Bruno com Eliza Samudio passa por dificuldades financeiras

Avó do filho do goleiro Bruno com Eliza Samudio passa por dificuldades financeiras

Reprodução/Vakinha - 15.04.2021

A mãe de Eliza Samudio, Sônia Moura, criou uma campanha no site Vakinha, no dia 8 deste mês, para arrecadar R$ 30 mil para arcar com as despesas da casa após o marido, Hernane Silva, entrar em estado vegetativo, há cerca de 45 dias, depois de sofrer diversas paradas cardíacas.

Sônia, que passou pelo desaparecimento e suposta morte da filha em 2010, agora vive um outro drama familiar. De acordo com o texto publicado no site, a avó do filho do ex-goleiro do Flamengo Bruno não recebe pensão do pai da criança para mantê-lo e, como o avô do menino, que era o único provedor da família, não pode mais trabalhar, eles estão passando por dificuldades.

Em fevereiro deste ano, o goleiro Bruno inaugurou uma loja de açaí no Rio de Janeiro e revoltou internautas, já que ele alega que não tem condições financeiras para ajudar o filho.

É possível ajudar a mulher por meio da chave do Pix "2786267@vakinha.com.br" ou pelo site da vakinha.

Eliza Samudio: relembre o caso

undefined

O desaparecimento e suposta morte da jovem Eliza Samudio em junho de 2010 ainda é um mistério, já que o corpo da modelo nunca foi encontrado. Na época, com 25 anos, ela pedia ao goleiro Bruno o reconhecimento da paternidade do filho.

Corpo de Eliza Samudio nunca foi encontrado

Corpo de Eliza Samudio nunca foi encontrado

Reprodução/Record TV

Bruno e outros dois amigos foram indiciados e presos, acusados de terem planejado a execução da jovem. Um dos acusados chegou a confessar que ela teria sido morta por estrangulamento.

Um ano antes do crime, Eliza tinha denunciado Bruno por agressão, sequestro e ameaça, chegando a registrar um boletim de ocorrência contra o atleta e dois amigos dele. De acordo com a vítima na época, os homens a ameaçaram para que ela abortasse a criança.

Os suspeitos chegaram a ser presos por homicídio e ocultação de cadáver.

Últimas