São Paulo Mãe presa por envenenar filhos é internada em ala psiquiátrica em SP

Mãe presa por envenenar filhos é internada em ala psiquiátrica em SP

Mulher e duas crianças deram entrada em pronto-socorro da região na última quinta-feira (29). Polícia Civil abriu investigação sobre o caso

  • São Paulo | Thays Reis e Rodrigo Martinez, da Agência Record

Hospital Estadual Mário Covas, onde mulher foi internada na ala psiquiátrica

Hospital Estadual Mário Covas, onde mulher foi internada na ala psiquiátrica

Reprodução/ Google Maps

Uma mulher de 35 anos, presa após envenenar os próprios filhos, de 1 e 3 anos, foi internada na tarde desta terça-feira (3) na ala psiquiátrica de longa permanência do Hospital Estadual Mário Covas, em Santo André, no ABC Paulista. Na última quinta-feira (29), os três foram internados com intoxicação. 

Os pacientes foram assistidos e transferidos para o CHM (Centro Hospitalar Municipal). As crianças já tiveram alta da pediatria clínica, apresentam bom estado geral de saúde e aguardam um encaminhamento da Assistência Social.

A Polícia Civil está investigando o caso.

O caso

De acordo com o boletim de ocorrência, a mulher teria misturado chumbinho ao mingau entregue às crianças. Em seguida, ela teria comido o mingau envenenado em uma tentativa de tirar a própria vida.

Tudo ocorreu em um dos quartos da residência da família, localizada na avenida Ayrton Senna da Silva, altura do número 16, esquina com a avenida Itamarati, no Parque Erasmo Assunção, em Santo André.

Leia também: Acusado de matar namorada é encontrado morto em cadeia de SP

A avó das crianças encontrou as três vítimas passando mal dentro da residência e percebeu que o alimento teria sido envenenado. Logo entendeu a situação e a própria mãe das crianças teria confessado a ela o que havia feito. Segundoa  polícia, a avó disse que a mulher toma remédios controlados, o que a faz ter oscilações que culminam em surtos.

Veja também: Operação da PF combate tráfico internacional de drogas em SP e PR

O caso foi registrado no 2° DP de Santo André como suicídio tentado e homicídio qualificado com emprego de meio cruel ou que resulte perigo comum.

Últimas