São Paulo Moradores protestam contra ocupação de novas vias pela Cracolândia e fecham o Minhocão

Moradores protestam contra ocupação de novas vias pela Cracolândia e fecham o Minhocão

Eles se manifestaram na noite desta quarta contra a migração dos dependentes químicos para região da av. São João

  • São Paulo | Do R7

Minhocão interditado na noite desta quarta-feira, no sentido bairro

Minhocão interditado na noite desta quarta-feira, no sentido bairro

Reprodução/Record TV

Um protesto organizado por moradores do bairro de Campos Elíseos, região central de São Paulo, fechou parcialmente o Elevado João Goulart na noite desta quarta-feira (18) por conta da migração de usuários de drogas para vias do bairro.

Os dependentes químicos se espalharam após operação da polícia de São Paulo acabar com a concentração na praça Princesa Isabel, na semana passada, e tentam se juntar agora em novos grupos. Os maiores contingentes estão se reunindo em torno da avenida São João, em esquinas da Rua Helvétia.

As duas faixas do Minhocão no sentido centro-bairro foram fechadas por volta das 19h20 desta quarta. Veículos da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) acompanhavam a manifestação. Os motoristas tentavam fugir do congestionamento pela saída que leva à rua Ana Cintra. Já perto das 20h, horário em que o Minhocão é fechado para os veículos durante a semana, o protesto ocupou também o sentido centro. Os manifestantes gritavam "fora, Cracolândia". 

Um dos moradores afirmou que está há três dias sem dormir, já que usuários passam a madrugada caminhando pela região. "Eles fumam crack, e o odor entra em nossos apartamentos. São três dias sem dormir", afirma. Outro diz que o número de roubos cresceu nas vias do entorno. "Estão roubando tênis, roubando tudo. Quando peguei o celular para filmar, me ameaçaram", relatou ao Cidade Alerta, da Record TV. Os moradores ainda levaram faixas à manifestação. 

Últimas