São Paulo Motoboy sofre ofensas racistas durante entrega em Valinhos (SP)

Motoboy sofre ofensas racistas durante entrega em Valinhos (SP)

"Você tem inveja disso aqui também ó", disse um homem, que ainda não foi identificado, enquanto apontava para seu braço. A polícia já investiga o caso

  • São Paulo | Do R7

Um vídeo divulgado nas redes sociais nesta sexta-feira (7) flagrou um motoboy sofrendo ofensas racistas e sendo humilhado enquanto realizava entrega em um condomínio de luxo, na cidade de Valinhos, interior do estado de São Paulo. O vídeo inicia com um homem branco, que ainda não foi identificado, xingando o entregador: "seu lixo. Isso aí mesmo, pode meter racista, que também estou em cima de você". 

Leia mais: Jovem sofre racismo ao recusar encontro durante pandemia

O jovem entregador rebate, e diz que está perdendo tempo em que poderia estar trabalhando. "Aqui não vai acontecer nada, com esse funcionário também não vai acontecer nada" rebate o homem, vestindo uma camisa azul. Logo em seguida, o agressor começa a humilhar o jovem, dizendo que ele estaria desempregado em breve, por ser motoboy.

A discussão segue, até que o homem diz: "você não tem nem onde morar, moleque. Você tem inveja. Você tem inveja da gente aqui, ó [indicando as casas do condomínio de luxo]. (...) Você tem inveja disso aqui também ó [apontando para o seu braço]".

Delegado falará sobre o caso às 16h desta sexta-feira (7)

Delegado falará sobre o caso às 16h desta sexta-feira (7)

Reprodução/Twitter

O entregador rebate, dizendo que pode ter os mesmos bens materiais e pergunta se o homem trabalhou ou se herdou o dinheiro. "Eu já nasci [inaudível]. Meu nome está na Bíblia", responde o agressor, que diz também ter trabalhado muito tempo.

A cena gravada ocorreu enquanto as viaturas da polícia chegavam ao local, o entregador registrou boletim de ocorrências pela ofensa e pelo racismo. De acordo com informações da Record TV, a família do homem de camisa azul disse que ele tinha problemas mentais.

Leia mais: IFood expulsa usuário racista que agrediu entregador no interior de SP

Entregadores que já atenderam a residência afirmaram que o tratamento grosseiro do agressor era comum durante as entregas. O delegado responsável pelo caso vai explicar melhor a situação em coletiva de imprensa às 16h desta sexta-feira (7). 

Últimas