São Paulo Motorista suspeito de matar jogador de futsal do Corinthians é denunciado por homicídio

Motorista suspeito de matar jogador de futsal do Corinthians é denunciado por homicídio

É necessário ouvir uma das vítimas, que não tem condições de testemunhar; acidente ocorreu no domingo (12) e deixou quatro mortos

Yago Rafhael da Silva Alves morreu aos 16 anos

Yago Rafhael da Silva Alves morreu aos 16 anos

Reprodução/Redes sociais

O motorista embriagado que capotou um carro e deixou quatro mortos na zona sul de São Paulo, no domingo (12), foi acusado por homicídio após ser autuado em flagrante, de acordo com o delegado Marcel Druziani, responsável pelo caso. “Ele assumiu o risco de matar essas pessoas conduzindo o veículo na forma que eles se encontrava”, diz.

Entre as vítimas estava Yago Rafhael da Silva Alves, que era jogador da equipe sub-17 de futsal do Corinthians. Duas mulheres tiveram a morte confirmada ainda no local. Uma terceira, de 40 anos, chegou a ser encaminhada ao pronto-socorro do Hospital M'Boi Mirim, mas morreu na unidade.

Para a investigação ser concluída, segundo Druziani, ainda é necessário escutar um dos sobreviventes do acidente, que não está psicologicamente pronta para testemunhar. Além disso, a acusação também precisa ser denunciada pelo promotor.

Marcel Druziani afirma que o suspeito e um amigo ficaram em uma adega e beberam por mais de duas horas e foram embora quando o estabelecimento fechou, por volta das 5 horas da manhã.

Em seguida, foram beber na casa de outros amigos e no caminho, o motorista dirigiu  por cerca de 400 metros em alta velocidade, quando o subiu na calçada e capotou, matando as pessoas.

Nove viaturas do Corpo de Bombeiros foram até o local para atender a ocorrência e o  helicóptero Águia 14 do Grupamento Aéreo da Polícia Militar foi solicitado para prestar apoio no local.

*Estagiária do R7, sob supervisão de Celso Fonseca

Últimas