São Paulo Mulher pode perder a visão após ser espancada e estuprada em SP

Mulher pode perder a visão após ser espancada e estuprada em SP

Autor do crime foi preso por tráfico de drogas e depois indiciado por estupro. Caso ocorreu em Franco da Rocha, na Grande SP

  • São Paulo | Mariana Rosetti, da Agência Record, e Rafael Custódio, da Record TV

Uma mulher foi estuprada e espancada na noite da sexta-feira (27) quando voltava de uma igreja em Franco da Rocha, na região metropolitana de São Paulo. A vítima, de 54 anos, corre o risco de perder a visão devido aos ferimentos recebidos durante o crime. Circuitos de monitoramento registraram parte da ação.

O principal suspeito do crime, Daniel Conceição, foi preso na terça-feira (31) por tráfico de drogas. Após audiência de custódia, ele foi indiciado também por estupro.

No momento do crime, ela retornava do local por volta das 23h quando percebeu que estava  sendo seguida por um homem. As imagens mostram a mulher correndo em uma calçada. Próximo a uma agência dos Correios, na rua Doutor Hamilton Prado, no centro da cidade, ela tenta atravessar a rua para fugir, mas foi encurralada pelo agressor.

O vídeo mostra quando ele a empurra até um vão. Naquele local, a vítima foi estuprada e espancada pelo homem com socos na região dos olhos. Segundo a Polícia Civil, o intuito do abusador era que ela não conseguisse reconhecê-lo.

A mulher ficou em poder do abusador por aproximadamente 40 minutos. Segundo a Polícia Civil, outro circuito mostra quando o homem vai embora e a vítima se levanta ainda desnorteada e ferida.

Segundo o investigador do caso, momentos depois ela pediu ajuda aos funcionários de um posto de gasolina. Ela disse que tinha sido estuprada e agredida e deu as características do abusador. Um dos seguranças lembrou-se de um homem que passara pelo local instantes antes e tentou correr atrás dele, mas não o alcançou.

A vítima foi para casa e no dia seguinte, sábado (28), ainda muito ferida, registrou um boletim de ocorrência na Delegacia de Franco da Rocha.

Suspeito perseguiu a vítima e a encurralou em uma rua no centro de Franco da Rocha

Suspeito perseguiu a vítima e a encurralou em uma rua no centro de Franco da Rocha

Reprodução/ Agência Record - 27/05/2022

Investigação

A investigação teve início na segunda-feira (30), quando os policiais foram até o local do crime e pediram os circuitos de monitoramento da rua. Para chegarem ao agressor, eles refizeram o percurso do acusado com base em vídeos de comércios da região. Daniel foi visto pela última vez em uma comunidade no Jardim Cedro do Líbano.

A polícia questionou moradores até chegar a um endereço. Foram feitas diligências, mas o agressor não estava no local.

Na terça-feira (31), a Polícia Militar foi acionada para uma ocorrência de desinteligência depois que Daniel se envolveu em uma briga com a irmã. Ao consultarem o CPF do homem, os agentes constataram que havia um mandado de prisão contra ele em aberto por tráfico de drogas.

Daniel foi preso e encaminhado à delegacia de Franco da Rocha. Nesta quarta (1º), o policial foi até a casa da vítima, que identificou Daniel como o homem que a havia estuprado e espancado dias antes. Ela disse que corre o risco de perder a visão devido aos ferimentos recebidos durante o crime.

Últimas