São Paulo Mulher relata medo após ex preso por agressão ser solto em SP

Mulher relata medo após ex preso por agressão ser solto em SP

José Maria foi preso em maio do ano passado, após passar dois dias agredindo Cláudia e a mantendo em cárcere privado

  • São Paulo | Do R7

Homem preso por agredir ex-mulher

Homem preso por agredir ex-mulher

Reprodução/Record TV

Menos de um ano depois de ver o ex-companheiro indo para trás das grades devido a violências doméstica, Cláudia Ribeiro volta a ter preocupação em ser novamente vítima. Isso porque o homem voltou à liberdade antes mesmo dela se recuperar das lesões causadas por ele. As informações são da Record TV.

José Maria foi preso em maio do ano passado, depois de passar dois dias agredindo Cláudia e a mantendo em cárcere privado. Agora neste ano, a defesa do acusado entrou com um pedido de liberdade provisória e foi atendida pela Justiça de São Paulo.

Cláudia está com medo de que o ex-companheiro cumpra as ameaças de morte que fez antes de ser preso. Na ocasião, a violência praticada por José Maria foi reportado pelo Cidade Alerta, e ele foi preso sob acusação de cárcere privado, tentativa de homicídio, estupro e violência doméstica. 

Com essa soltara, Cláudia está inconformada e com medo. "Ele pode voltar a bater no meu portão. Não tem meu telefone, mas sabe onde eu moro", conta.

Além de Cláudia, a família também fica refém do medo e de sentimento de impotência. A única filha da vítima chegou a bater de frente com o agressor e pedir para a mãe interromper o relacionamento. 

Mas ainda que elas estejam juntas a maior parte do tempo, mãe e filha sabem que nada podem fazer para impedir um novo ataque deste homem. Normalmente, mulheres vítimas de violência doméstica como a Cláudia, mudam de endereço, até de cidade, no entanto, ela não tem condições financeiras no momento para isso.

Últimas