São Paulo Mutirão de vacinação é realizado em SP neste sábado (16)

Mutirão de vacinação é realizado em SP neste sábado (16)

O principal objetivo é atingir adultos e adolescentes que estão com a 2ª dose atrasada, além de atualizar carteiras de vacinação

  • São Paulo | Do R7

O principal objetivo é atingir adultos e adolescentes que estão com a segunda dose atrasada

O principal objetivo é atingir adultos e adolescentes que estão com a segunda dose atrasada

Breno Esaki/Agência Saúde

O estado de São Paulo realiza, neste sábado (16), um mutirão para a aplicação da segunda dose e da dose adicional das vacinas contra a Covid-19. O objetivo, segundo o governo, é atingir principalmente adultos e adolescentes que estão com a segunda dose atrasada.

O mutirão, chamado de "dia V", é realizado em parceria com os 645 municípios do estado de São Paulo. Além disso, a data servirá para que crianças e adolescentes possam atualizar a carteira de vacinação não apenas com o imunizante contra o coronavírus, mas com vacinas em geral.

Mais de cinco mil postos estarão abertos das 7h às 19h. A população deve consultar a programação e os horários de funcionamento dos postos de sua cidade.

Segundo o governo de São Paulo, atualmente há 4,1 milhões de pessoas que estão com a segunda dose contra a Covid-19 atrasada. Entre elas, 2,1 milhões precisam concluir o esquema vacinal com dose da Pfizer, número que foi impactado com a antecipação de 12 para 8 semanas no intervalo entre a primeira e a segunda dose.

A medida já beneficia parte dos 3,2 milhões de adolescentes de 12 a 17 anos que começaram a ser imunizados em agosto e podem concluir seu esquema a partir deste mês. O balanço de faltosos inclui ainda 915 mil que precisam receber a segunda dose da CoronaVac e 1 milhão da AstraZeneca.

"Com o aporte financeiro do Governo do Estado de São Paulo, os 645 municípios também poderão pôr em dia a vacinação no registro da plataforma Vacivida”, destacou a coordenadora geral do PEI (Plano Estadual de Imunização), Regiane de Paula.

As prefeituras também podem aplicar a dose adicional em idosos e profissionais de saúde que tomaram a segunda dose até abril e já estão aptos a receber o reforço, que é aplicado após seis meses da conclusão do esquema vacinal.

Para garantir o funcionamento e a presença de equipes completas nas unidades no decorrer do sábado, a Secretaria de Estado da Saúde disponibilizará um recurso financeiro aos profissionais de saúde dos municípios.

No decorrer da campanha de imunização contra a Covid-19, o estado de São Paulo já aplicou cerca de 70 milhões de doses e ultrapassou a meta de 90% de cobertura entre as pessoas com mais de 45 anos. Considerando-se toda a população adulta, 99,3% já receberam ao menos uma dose e 80,5% concluíram o esquema vacinal. Além disso, mais de 310 mil adolescentes e jovens na faixa de 12 a 19 anos já estão com a proteção completa.

Campanha de multivacinação

Seis em cada dez crianças e adolescentes que compareceram aos postos desde o dia 1º de outubro estavam com vacinas atrasadas. É o que mostra o balanço das duas primeiras semanas da campanha de multivacinação, focada na atualização de carteirinhas de recém-nascidos a adolescentes de 15 anos.

Até o momento, 112,3 mil menores compareceram aos postos e, destes, 69 mil receberam ao menos uma vacina.

A estratégia oferece 16 tipos de vacina que protegem contra cerca de 20 doenças, melhorando coberturas vacinais que têm oscilado nos últimos anos. Assim, os pais ou responsáveis devem levar os menores ao posto mais próximo com a carteira de vacinação em mãos para que um profissional avalie quais doses precisarão ser aplicadas, tanto em eventual situação de atraso quanto falta ou necessidade de reforço.

A multivacinação vai até 29 de outubro e também será realizada neste sábado (16).

Últimas