São Paulo Número de adolescentes grávidas cai 52% em cinco anos em SP

Número de adolescentes grávidas cai 52% em cinco anos em SP

Segundo a prefeitura, a disponibilização de contraceptivos nas UBSs e a compra de implantes subdérmicos ajudaram na redução

  • São Paulo | Do R7

Em 2016, 691 meninas com menos de 15 anos ficaram grávidas

Em 2016, 691 meninas com menos de 15 anos ficaram grávidas

Reprodução/ Freepik

De acordo com um levantamento realizado pela SMS (Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo), o número de meninas grávidas entre 10 e 14 anos de idade na cidade caiu 52% entre 2016 e 2021. No mesmo período, também houve queda de 42% na gestação entre adolescentes de 15 a 19 anos.

Em 2016, 691 meninas com menos de 15 anos ficaram grávidas. Esse número chegou a 335 no ano passado, na mesma faixa etária. Entre as adolescentes de 15 e 19 anos, a redução foi de 19.684 para 11.287 gestantes, na comparação dos últimos cinco anos.

De acordo com a Prefeitura de São Paulo, algumas ações voltadas à população contribuíram para essa redução, como a disponibilização de contraceptivos tradicionais nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde) e a compra de 12.400 implantes subdérmicos, principalmente para as adolescentes. Além da implantação de DIUs (Dispositivo intrauterino) de cobre ou hormonal (Mirena) e ações de educação em saúde voltadas para saúde sexual e reprodutiva no PSE (Programa Saúde na Escola).

As iniciativas também incluem o treinamento do quadro de profissionais de saúde. Ao todo, 300 médicos da ESF (Estratégia Saúde da Família), de 179 UBSs, foram preparados para inserção do implante subdérmico, assim como profissionais do Consultório na Rua.

Últimas