São Paulo Pai de alunos é baleado em assalto em frente a escola no Morumbi (SP)

Pai de alunos é baleado em assalto em frente a escola no Morumbi (SP)

Homem de 47 anos sofreu dois disparos, foi socorrido em estado grave e levado ao Hospital Campo Limpo, na zona sul da capital

  • São Paulo | Isabelle Gandolphi e Edilson Muniz, da Agência Record*

Local segue preservado, e a ocorrência será apresentada no 89° DP

Local segue preservado, e a ocorrência será apresentada no 89° DP

Reprodução/Google Street View

O pai de dois alunos foi baleado, durante tentativa de assalto, em frente à Escola Mais, na rua Olavo Leite, número 140, na Vila Andrade, zona sul de São Paulo, às 6h30 desta quinta-feira (17).

O crime aconteceu após Valdemir, de 47 anos, deixar os filhos e um amigo das crianças na escola. Quando estava voltando para o carro, que estava estacionado, o homem foi abordado por dois suspeitos em duas motos.

De acordo com a repórter Marcela Terra, a vítima reagiu ao assalto, tentando tomar a arma do criminoso. Na sequência, ele foi atingido por dois disparos.

De acordo com a Polícia Militar, o pai foi socorrido em estado grave e encaminhado ao Pronto-Socorro do Hospital Campo Limpo.

"Acionamos ambulância, polícia e protegemos nossos alunos dentro da escola, prestando apoio psicológico a eles e aos nossos funcionários", afirmou a assessoria de imprensa da Escola Mais.

O caso foi registrado no 89° Distrito Policial do Portal do Morumbi.

A escola divulgou uma nota a respeito do caso, e informou que anteriormente já havia solicitado reforço de segurança da Polícia Militar no entorno da unidade, devido aos casos de violência no bairro:

A Escola Mais está consternada com o assalto ocorrido nesta quinta-feira (17) em frente a sua Unidade Vila Andrade, no bairro do Morumbi, que feriu o pai de dois de nossos estudantes. Este é um momento de tristeza para nossa comunidade e estamos empenhados em dar todo o suporte necessário à família, às crianças, a todos os nossos estudantes e colaboradores. Nossa maior preocupação neste momento é com a o estado de saúde da vítima, que teve atendimento de emergência e foi levado ao hospital  imediatamente após à ocorrência, acionamos ambulância, polícia e protegemos nossos alunos dentro da escola, prestando apoio psicológico a eles e aos nossos funcionários.

A Escola Mais acompanha de perto a situação e manterá toda a sua comunidade informada sobre o caso.

*Com colaboração de Letícia Dauer, da Agência Record

Últimas