São Paulo Para MP, Haddad sabia de problemas no Teatro Municipal

Para MP, Haddad sabia de problemas no Teatro Municipal

Mesmo tendo conhecimento da situação, prefeito teria autorizado pagamentos em contratos

Para MP, Haddad sabia de problemas no Teatro Municipal

Fernando Haddad é investigado por suposta má gestão no Teatro

Fernando Haddad é investigado por suposta má gestão no Teatro

Reprodução Fotos Públicas

O Ministério Público Estadual tem convicção de que o prefeito Fernando Haddad (PT) tinha conhecimento dos problemas financeiros da Fundação Theatro Municipal e, mesmo assim, autorizou pagamentos nos contratos pedidos por José Luiz Herência, ex-diretor da entidade.

Em depoimento ao MPE, o então secretário de Cultura, Juca Ferreira, afirmou que pediu a Haddad a liberação dos recursos após ser convencido por Herência da necessidade dos pagamentos. Herência diz que alertou o prefeito sobre os problemas financeiros em reunião em 2015.

Haddad e Ferreira são investigados pela suposta má gestão. Para o MPE, mesmo que Haddad tenha sido convencido a autorizar os pagamentos com base em argumentos técnicos, ficou comprovado que o dinheiro foi desviado e usado em um esquema de corrupção. Segundo o MPE, isso já é indício suficiente para apurar a conduta do prefeito em inquérito civil.

Em nota, Haddad informou que, em 2015, houve uma reunião entre ele e Herência sobre a necessidade de suplementação de recursos para a programação daquele ano. Foram analisados critérios técnicos e pagos R$ 6 milhões. Depois, Herência pediu mais R$ 18 milhões, o que despertou suspeitas e o início da apuração. Ferreira disse que teve a confiança traída por Herência.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.