São Paulo Paulistana Mel Duarte vence campeonato mundial de poesia no Rio

Paulistana Mel Duarte vence campeonato mundial de poesia no Rio

Disputa aconteceu na Flupp durante a comemoração dos 50 anos da Cidade de Deus

Paulistana Mel Duarte vence campeonato mundial de poesia no Rio

A poeta Mel Duarte é autora do livro "Negra Nua Crua"

A poeta Mel Duarte é autora do livro "Negra Nua Crua"

Flupp/Divulgação

A poeta paulistana Mel Duarte foi a grande vencedora do Rio Poetry Slam, o campeonato de poesia falada que aconteceu na Flupp (Festa Literária das Periferias), durante as comemorações dos 50 anos da Cidade de Deus, no Rio de Janeiro, no domingo (13).

Na competição organizada em quatro chaves, em que 16 poetas de diferentes países competiram, ela conquistou a maior pontuação do júri e subiu ao pódio, seguida pelo canadense Chris Tsé, pela mexicana Edmé Diosaloca e pelo italiano Sérgio Garau.

Esta foi a primeira vez que uma mulher venceu a competição internacional, que é a primeira do gênero existente na América do Sul. Para Mel, participar do encontro foi incrível.

“Vencemos, não apenas eu, mas a poesia, as mulheres, a nossa luta, a periferia. Tenho uma gratidão imensa a todos que acompanharam, que enviaram vibrações positivas, torceram e agora celebram a nossa conquista. Os outros 15 poetas que representaram suas nações também são vencedores. A palavra falada é a campeã”, disse Mel Duarte.

Esta foi a terceira vez que o encontro aconteceu no Brasil e teve poetas de países como Cuba, Barbados, Argentina, México, Canadá, Alemanha, França, África do Sul, Quênia, Angola, Estados Unidos, Itália, Inglaterra, Suíça e Portugal. Paralelo ao Rio Poetry Slam, aconteceu também pela Flupp o Slam Bndes, em que os vencedores foram o sergipano Allan Jones, o morador de Brasília, Kikx Santana e a moradora de São Paulo, Maurinete Lima.

“Foi uma das coisas mais fortes que vivenciei com a poesia. Estou completamente encantada com a comunidade da Cidade de Deus, que desde o início foi muito receptiva, assim como a produção da Flupp, que é muito competente. Quero voltar nos próximos anos. Esse foi o evento mais acolhedor que já participei”, disse Mel.

Em maio, Mel Duarte lançou o livro "Negra Nua Crua", pela editora Ijumaa. A estreia na literatura aconteceu em 2013, quando lançou o livro "Fragmentos Dispersos". Mel Duarte é integrante do coletivo Poetas Ambulantes. O grupo realiza intervenções artísticas recitando poesia e distribuindo poemas impressos em ônibus, trens e no metrô.  Mel também é uma das organizadoras do Slam das Minas-SP, batalha de poesia para o gênero feminino (garotas e trans podem participar). O slam acontece sempre no terceiro domingo do mês em locais diferentes.