São Paulo PCC envia coroa de flores e faz salva de tiros em velório de traficante

PCC envia coroa de flores e faz salva de tiros em velório de traficante

Criminoso conhecido como 'Pokémon' foi morto em troca de tiros no domingo, no litoral de SP. Corpo foi enterrado nesta terça

  • São Paulo | Do R7

Traficante 'Pokémon' e coroa de flores enviada pelo PCC

Traficante 'Pokémon' e coroa de flores enviada pelo PCC

Reprodução/Record TV

A facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) esteve presente no enterro de um homem que integrava o grupo. A facção enviou uma coroa de flores e deu tiros durante o enterro José Jamenson da Silva, mais conhecido como "Pokémon", nesta terça-feira (13). Ele havia sido morto no domingo (11).

Na coroa de flores, os criminosos mandaram a mensagem: "Um abraço do Primeiro Comando da Capital”. As condolências foram dadas no velório do suposto traficante, de 34 anos. Durante o cortejo, os bandidos deram muitos tiros.

Ele morreu numa troca de tiros com policiais militares, no morro Nova Cintra, em Santos, no litoral de São Paulo. Pokemon era considerado um dos 14 chefes da Baixada. Estava foragido e tinha sido condenado a 11 anos de prisão, por tráfico de drogas, porte ilegal de arma e tentativa de homicídio qualificado.

Últimas