São Paulo PF cumpre mandados contra crimes financeiros no litoral de SP

PF cumpre mandados contra crimes financeiros no litoral de SP

Investigação apurou crimes de irregularidades financeiras e evasão de divisas envolvendo doleiro de Campinas

  • São Paulo | Do R7

A Polícia Federal cumpriu na manhã desta terça-feira (26) dois mandados de busca e apreensão, na cidade de Santos, no litoral de São Paulo, como parte da Operação Cash Box II, para apurar crimes de operações financeiras irregulares e evasão de divisas.

Segundo a polícia, a investigação apontou para expressivas movimentações financeiras por empresas sediadas no município de São Paulo, com doleiro da região de Campinas, identificado na operação Cash Box.

PF cumpre mandados de busca e apreensão em Santos, no litoral de São Paulo

PF cumpre mandados de busca e apreensão em Santos, no litoral de São Paulo

Divulgação Polícia Federal

Os elementos obtidos nas investigações apontam para indícios de que as empresas, registradas para atividade de transporte de cargas, não existem. Isso porque embora tenham movimentado consideráveis valores, não registram empregados, foram constituídas por um mesmo escritório de contabilidade e possuem endereços apenas para fins fiscais.

Os mandados, para apurar do envolvimento dos sócios das empresas investigadas, foram expedidos pela 2ª Vara Criminal Federal de São Paulo e o material apreendido deve ser encaminhado à Delegacia de Polícia Federal em Campinas para análise e cruzamento com as informações obtidas na primeira fase da operação.
 

Operação Cash Box

A investigação que culminou com a Operação Cash Box, deflagrada em maio, teve início no ano passado a partir de informações bancárias compartilhadas pelo COAF (Conselho de Controle de Atividades Financeiras), relacionadas à pessoa jurídica sediada no município de Amparo, SP, que atuaria ilegalmente no mercado de câmbio, comercializando moedas estrangeiras em espécie e também realizando operações de dólar-cabo, para remessa de valores ao exterior.

Segundo informações do COAF, no período de 2.3.2015 a 1º.6.2020, registrou-se movimentação em espécie no valor de R$ 115.446.124,00 (cento e quinze milhões quatrocentos e quarenta e seis mil e cento e vinte e quatro reais), fragmentada em milhares de depósitos.

Últimas