São Paulo PF deflagra operação que investiga falsificação de documentos 

PF deflagra operação que investiga falsificação de documentos 

Suspeitos solicitavam, por meio de documentos com brasão da República, contribuição financeira para manutenção de um site

  • São Paulo | Ana Maria Guidi, do R7*

Polícia Federal e Ministério Público Federal atuam em conjunto na operação

Polícia Federal e Ministério Público Federal atuam em conjunto na operação

Agência Freelancer/Folhapress

A Polícia Federal, em conjunto com o MPF (Ministério Público Federal) deflagrou nesta quarta-feira (28), a terceira fase da Operação Impostura, que investiga uma quadrilha especializada em falsificar documentos para obtenção de vantagens indevidas.

As autoridades cumprem um mandado de prisão preventiva e quatro de busca e apreensão, expedidos pela 3ª Vara Federal Criminal de São Paulo.

Veja também: PF deflagra operação para combater lavagem de dinheiro em SP

De acordo com a investigação, os suspeitos, por meio de documentos falsos com o brasão da República, fingiam ser delegados federais e procuradores, solicitando contribuição financeira para a manutenção de um site. Por meio da fraude, eles movimentaram cerca de R$ 2 milhões.

Em caso de condenação, as penas previstas podem alcançar 15 anos de prisão.

*Estagiária do R7, com supervisão de Odair Braz Junior

Últimas