São Paulo PF faz operação em SP contra suspeitos de pornografia infantil

PF faz operação em SP contra suspeitos de pornografia infantil

Foram cumpridos 7 mandados de busca na capital, Santo André e Santa Isabel. Foram apreendidos equipamentos de informática

PF faz operação em cidades de São Paulo contra suspeitos de pornografia infantil

PF faz operação em cidades de São Paulo contra suspeitos de pornografia infantil

Divulgação/PF

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (18) a Operação Candyman para combater crimes relativos à pornografia infantil. Foram cumpridos sete mandados de busca e apreensão nas cidades de São Paulo, Santo André e Santa Isabel, onde foram apreendidos diversos equipamentos de informática e telefonia.                                          

Em um dos locais de busca ocorreu a prisão em flagrante de um dos investigados. Ele estava com um aparelho celular e notebook, nos quais, após análises realizadas pelos policiais, foram encontrados arquivos com fotos e vídeos de abusos a crianças e adolescentes.

O homem de 47 anos mora sozinho, foi preso em flagrante, mas liberado mediante o pagamento de fiança. O crime de posse de pornografia infantil possui pena não superior a quatro anos, de acordo com o ECA (Estatuto da Criança e Adolescente).

Os equipamentos apreendidos foram enviados para perícia técnica. Após a análise, se houver confirmação de que houve divulgação do conteúdo pornográfico na internet, o investigado poderá responder pelo crime, cuja pena é de até seis anos de reclusão.

O nome da operação Candyman vem do inglês e significa homem-doce, em alusão a uma das formas que o pedófilo seduz as crianças, por meio de doces e presentes.

Últimas