São Paulo PM mata namorada policial com tiro na cabeça e comete suicídio

PM mata namorada policial com tiro na cabeça e comete suicídio

Crime aconteceu dentro de carro em São Mateus, na zona leste de SP. Mortes chocaram os colegas de trabalho do 38º Batalhão da PM 

  • São Paulo | Edilson Muniz, da Agência Record

Policial atira na cabeça da namorada, também PM, e depois se mata na zona leste de SP

Policial atira na cabeça da namorada, também PM, e depois se mata na zona leste de SP

Reprodução / Record TV

Um policial militar atirou contra a companheira e depois tirou a própria vida na rua Joaquim Gouveia Franco, em São Mateus, na zona leste de São Paulo, por volta de 21h30 desta quarta-feira (13).

De acordo com a Polícia Militar, o agente estava dentro do carro com a mulher, que também era membro da corporação, e, em determinado momento, atirou contra a cabeça da companheira. Logo depois do crime, ele atirou contra a própria cabeça.

Os policiais de área foram acionados após vizinhos ouvirem os disparos. No local, o resgate constatou a morte de ambos dentro do carro.

Os colegas do 38° Batalhão de Polícia Militar ficaram chocados com a notícia, já que conheciam os policiais, considerados "bons de serviço". A mulher era lotada na 1ª Companhia e o homem, na 2ª do mesmo batalhão.

Ainda de acordo com os policiais, câmeras de segurança flagraram a ação, mas, como tudo aconteceu dentro do carro, as imagens não são claras. Ainda não há informações sobre o histórico do relacionamento dos dois.

O caso é apresentado no 69° DP, em Teotônio Vilela. 

Últimas