São Paulo PMs matam suspeito de roubo e familiares denunciam execução

PMs matam suspeito de roubo e familiares denunciam execução

Segundo testemunho de duas crianças e três adolescentes da mesma família, Wenny Martins teria sido assassinado mesmo após se render

  • São Paulo | Do R7, com informações da Record TV

Wenny Martins teria se escondido em casa após efetuar roubo de veículo

Wenny Martins teria se escondido em casa após efetuar roubo de veículo

Reprodução/ Record TV

Uma perseguição policial a um suspeito de roubo de veículo, teria acabado em uma execução de Wenny Martins, de 18 anos,  segundo denunciaram três crianças e dois adolescentes, vizinhos do jovem, que  presenciaram a ação. As informações são da Record TV.

Leia mais: Estado de alerta - levantamento sobre letalidade na Polícia Militar de São Paulo constata maior recorde de mortes por agentes em 25 anos 

A morte ocorreu na casa de Wenny, no bairro de Sapopemba, zona leste de São Paulo, depois de uma perseguição que teve início na região do ABC, onde ele teria roubado um carro.

O suspeito chegou à residência com intuito de se esconder, mas foi descoberto pelos policiais. 

Neste momento, segundo as testemunhas, Wenny se rendido, anunciando aos PMs: "perdi, perdi". No entanto, os agentes teriam levado o jovem ao banheiro da residência e o executado.

Outro lado

Na versão dos PMs, um soldado teria visto o suspeito com a arma de fogo em punho na frente da casa. Por isso, o policial teria atirado. Após o disparo, Wenny teria corrido para o banheiro da residência, mas um sargento teria notado que o suspeito continuava com a arma em punho, atirando outras duas vezes.

No entanto, o laudo técnico que poderia comprovar se o rapaz efetuou algum disparo não foi realizdo devido à pandemia de covid-19. 

Já a SSP-SP (Secretaria de Segurança Pública de São Paulo) disse que todas as circunstâncias do roubo estão sendo apuradas.

Relembre abordagens consideradas violentas ou suspeitas da PM de SP

Últimas