São Paulo Polícia apreende celular de jovem com arquivos sobre ataque a escola

Polícia apreende celular de jovem com arquivos sobre ataque a escola

Arquivos fazem referência ao massacre de Columbine, ocorrido nos Estados Unidos em 1999, na Columbine High School

  • São Paulo | Edilson Muniz, da Agência Record

Massacre de Columbine ocorreu  nos Estados Unidos em 1999, na Columbine High School

Massacre de Columbine ocorreu nos Estados Unidos em 1999, na Columbine High School

Rick Wilking/ Reuters - 20.4.2019

A Polícia Civil de São Paulo apreendeu o celular de um adolescente, na quarta-feira (2), com arquivos que faziam referência ao massacre de Columbine, ocorrido nos Estados Unidos em 1999, na Columbine High School, em Columbine.

Policiais civis realizaram na quarta-feira diligências para o cumprimento de um mandado de busca e apreensão, expedido no decorrer de investigações que apuravam uma denúncia realizada pela Agência de Investigações de Segurança Interna (HSI), da Embaixada dos Estados Unidos.

Após a quebra de sigilo de um celular, o autor das conversas foi identificado. Segundo a polícia, o adolescente mantinha em seu telefone arquivos sobre o caso conhecido como massacre de Columbine, ocorrido nos Estados Unidos em 1999.

O protetor de tela do aparelho tinha a foto de um dos estudantes mortos e a frase "game over fim da vida". Durante as buscas em uma casa no bairro de Guaianazes, os agentes identificaram uma geladeira onde estavam escritos os nomes dos responsáveis pelos crimes à época, Dylan Klebold e Eric Harris.

Nas buscas, outro celular foi apreendido e, após verificação, a polícia constatou que seria produto de um furto ocorrido em 2019. O adolescente foi apreendido, e um homem, autuado em flagrante por receptação.

Últimas