São Paulo Polícia cerca Heliópolis pelo 5º dia em busca por PM desaparecido

Polícia cerca Heliópolis pelo 5º dia em busca por PM desaparecido

Soldado Leandro Patrocínio está desaparecido desde o último sábado (29). Ele foi visto por último na estação Sacomã do Metrô

  • São Paulo | Do R7, com informações da Record TV

Retroescavadeira atua nas buscas por PM em Heliópolis

Retroescavadeira atua nas buscas por PM em Heliópolis

Thais Furlan/Record TV

A Polícia Militar realiza nesta quinta-feira (3) a Operação Sufoco, em busca de localizar o soldado da PM Leandro Patrocínio. É o quinto dia de buscas na comunidade do Heliópolis, zona sul de São Paulo, na tentativa de localizar o policial que está desaparecido desde o último sábado (29).

As informações são da Record TV.

Patrocínio foi visto pela última vez saindo da estação Sacomã do Metrô, região próxima da comunidade onde a PM faz as buscas. Depois disso, os investigadores encontraram apenas algumas pistas, como o relógio que ele usava. Cães farejadores também participam da ação.

Imagens de câmera de segurança regitraram a saída do soldado da estação e ele caminhando sozinho para um dos acessos da comunidade de Heliópolis aparentemente com pressa. O último contato dele com a família, via WhatsApp, foi pouco antes disso.

Nesta quinta-feira, diversas viaturas de diferentes unidades da Polícia Militar se posicionaram em todas entradas da comunidade. Enquanto investigam o paradeiro do soldado, os policiais fazem a chamada Operação Sufoco, que patrula dia e noite a região para tentar impedir a entrada e saíde de drogas.

Segundo a polícia, a estratégia é causar prejuízo para o crime organizado, na tentativa de forçar os líderes que comandam o tráfico de drogas na região a entregar os responsáveis pelo desaparecimento do soldado Patrocínio.

O Jornal da Record mostrou com exclusividade, na quarta-feira (2), o quarto de uma casa vazia no meio da comunidade, que pode ter servido como cativeiro para o policil militar. A reportagem entrou no imóvel e encontrou muita sujeita, roupas, garrafas de bebidas e embalagens vazias de cocaína.

A perícia, que também esteve no local, encontrou vestígios de sangue nas paredes e no chão. No banheiro, os policiais localizaram, dentro do vaso sanitário, um relógio idêntico ao usado por Patrocínio no dia em que desapareceu.

Também foi localizado um caderno com anotações possivelmente de contabilidade do tráfico de drogas da região. Uma pista importante de quem comandava o tráfico na casa e que pode ser o responsável pelo desaparecimento do policial militar.

No final da tarde de quarta-feira, policiais civil também estiveram na região e foram a um terreno que pertence à Patrobrás, ao redor da comunidade, e que é usado como estacionamento para caminhões e carros. Cães farejadores e uma retroescavadeira foram usados no local.

Últimas