São Paulo Polícia Civil fecha clínica de abortos ilegais em Moema, zona sul de SP

Polícia Civil fecha clínica de abortos ilegais em Moema, zona sul de SP

Detidos no local, um médico, uma enfermeira e outra mulher, de 25 anos, confirmaram que estavam ali para realizar os procedimentos clandestinos

  • São Paulo | Marcos Rosendo, da Agência Record

Clínica de abortos ilegais operava em Moema, na zona sul de SP

Clínica de abortos ilegais operava em Moema, na zona sul de SP

Divulgação/Polícia Civil

A Polícia Civil prendeu na manhã desta sexta-feira (21) três pessoas acusadas de integrar uma quadrilha que realizava abortos em uma clínica clandestina, na avenida Santo Amaro, em Moema, na zona sul de São Paulo. 

Foram detidos no local um médico, uma enfermeira, de 65 anos, além de outra mulher, de 25 anos. Segundo os policiais envolvidos na investigação, todos confirmaram que estavam ali para realizar os procedimentos médicos ilegais.

De acordo com informações confirmadas pela SSP-SP (Secretaria de Estado da Segurança Pública), na casa — utilizada irregularmente como consultório — os policiais encontraram instrumentos cirúrgicos e uma maca que continha vestígios de sangue.

Também foram apreendidos R$ 4.709,00 com o médico e mais R$ 1.700 em posse da enfermeira. Foi solicitada perícia ao local e os indiciados apresentados ao 15º DP (Itaim Bibi).

Últimas