São Paulo Polícia de SP descobre padarias que "esquentavam" dinheiro de facção 

Polícia de SP descobre padarias que "esquentavam" dinheiro de facção 

Equipes cumpriram três mandados de prisão e 10 de busca e apreensão na Grande SP. Foram apreendidos sete veículos, dinheiro e uma pistola

  • São Paulo | Do R7, com informações de Isabelle Gandolphi, da Agência Record

Carros importados, jóias e dinheiro foram apreendidos em operação

Carros importados, jóias e dinheiro foram apreendidos em operação

Divulgação

Policiais do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais) deflagraram nesta terça-feira (21) a Operação Molete contra o crime organizado. Segundo a polícia, padarias eram usadas para legalizar o dinheiro da facção.

As equipes cumpriram três mandados de prisão e 10 mandados busca e apreensão em três cidades da Grande São Paulo: Osasco, Barueri e Santana do Parnaíba. Na ação, foram apreendidos sete veículos, uma moto aquática, dinheiro, uma pistola e documentos.

Leia mais: Menina de 12 anos é estuprada e engravida de padrasto em SP

Segundo policiais da 6ª Delegacia Patrimônio (Investigações sobre Facções Criminosas), ao menos seis padarias instaladas em regiões de periferia da cidade de São Paulo e região metropolitana eram usadas no esquema para "esquentar" o dinheiro ilícito.

Três suspeitos de envolvimento no esquema foram detidos. Com eles foram apreendidos R$ 100 mil em dinheiro, uma pistola, jóias, relógios e dados contábeis. Também foram recolhidos dois Toyota Corolla, um Volkswagen Tiguan, um Hyundai HB20, um Honda HR-V, um  Honda Fit, um Audi  Q5, além de uma moto aquática.

Veja também: Além de Serra, PF investiga Alckmin e Paulinho da Força por caixa 2

Os presos vão responder por associação criminosa e lavagem de dinheiro. Segundo o delegado Fabiano Barbeiro, o esquema era investigado há um ano e os valores eram obtidos por meio de diversas atividades criminosas como extorsão e estelionato.

O nome da operação é uma alusão ao nome dado a um pão típico português.

Últimas