São Paulo Polícia divulga imagem de suspeito de matar cabeleireira ao lado do bebê em São Paulo

Polícia divulga imagem de suspeito de matar cabeleireira ao lado do bebê em São Paulo

Homem de origem mexicana era namorado de Sandra Maria Souza da Silva, de 34 anos. Ele teve a prisão temporária pedida

  • São Paulo | Do R7, com informações da Record TV

A Polícia Civil de São Paulo divulgou imagens de câmeras de segurança do prédio onde Sandra Maria Souza da Silva, de 34 anos, foi encontrada morta, no centro de São Paulo. Na gravação é possível ver que o namorado da vítima, Daniel Ospina Garcia, chega sozinho ao edifício. Ele é o principal suspeito do crime e teve a prisão temporária pedida.

No vídeo, o suspeito chama o elevador e logo depois reaparece com algumas sacolas. Ele olha para a câmera e faz cara de deboche.

Duas horas depois, é flagrado descendo as escadas em outro ponto do edifício, que fica na rua Tabatinguera, na Sé. De casaco e boné, o suspeito vai embora carregando uma mala grande e com uma mochila nas costas.

O homem é de nacionalidade mexicana e se apresentava como Davi Rodrigues. No entanto, esse era um nome falso, segundo a polícia. 

O suspeito tem antecedentes por furto e tráfico de drogas. Ainda segundo a delegada Vanessa Guimarães, da 1ª Delegacia Seccional do Centro, ele está passando por um processo de extradição do país pela Polícia Federal em razão de crimes que cometeu.

A delegada acredita que o suspeito tenha ingressado de forma ilegal no Brasil, pois não há registro de sua entrada no país.

De acordo com a investigação, ele foi a última pessoa a entrar no edifício onde Sandra foi encontrada morta no domingo (24).

Após o pedido de prisão, a polícia fez buscas em dois endereços ligados ao namorado da vítima. De acordo com familiares de Sandra, ele é um homem agressivo e ela teria terminado o relacionamento amoroso.

Segundo o advogado da família, Fábio Costa, o suspeito "entrou na conta dela e apagou diversos conteúdos que poderiam ajudar a polícia a rastrear as redes sociais, como fotos do local onde ele mora e trabalha".

Sandra namorava Daniel e teria terminado relacionamento antes de ser morta

Sandra namorava Daniel e teria terminado relacionamento antes de ser morta

Reprodução / Record TV

O caso

A irmã de Sandra havia combinado um almoço com ela e a encontraria na sexta-feira (22). No entanto, a cabeleireira não respondeu a mensagens desde então. Por isso, a irmã ligou para a vizinha da cabeleireira e pediu que procurasse por ela no apartamento. Foi acionado um chaveiro, que conseguiu abrir a porta do local.

A vizinha entrou no imóvel e a encontrou sem vida, ao lado da filha, de 8 meses, que estava em um berço, desnutrida porque não se alimentava havia dois dias.

A mulher foi achada morta em cima da cama, com várias marcas pelo corpo, e havia um forte odor no local.

A bebê foi encaminhada à Santa Casa de Misericórdia, e, após receber o atendimento médico, teve alta e passa bem. A família da vítima e o pai da menina querem ficar com a guarda da criança.

No apartamento, com exceção das manchas de sangue, os policiais não encontraram sinal de arrombamento nem móveis quebrados. O celular da vítima foi apreendido pela polícia.

O caso foi registrado como feminicídio na 1ª DDM (Delegacia de Defesa da Mulher).

Últimas