São Paulo Polícia faz operação contra grupo que se passava por funcionários de bancos para dar 'golpe do Pix'

Polícia faz operação contra grupo que se passava por funcionários de bancos para dar 'golpe do Pix'

São cumpridos 22 mandados de busca e apreensão em São Paulo, Poá, Ferraz de Vasconcelos, Suzano, Santa Isabel e Guarulhos

  • São Paulo | Isabelle Gandolphi, da Agência Record

Polícia faz operação para prender grupo que se passava por atendentes de banco

Polícia faz operação para prender grupo que se passava por atendentes de banco

Divulgação Polícia Civil

A Polícia Civil de Taboão da Serra, na região metropolitana de São Paulo, realiza uma operação na manhã desta quinta-feira (1º) para combater estelionatos por Pix. 

De acordo com o delegado Fábio, titular do 2° Distrito Policial de Taboão da Serra, os homens se passavam por atendentes do banco e ligavam para as vítimas. Por telefone, eles informavam que era necessário renovar o cadastro e pegavam os dados das vítimas.

Com esses dados, a quadrilha tentava acesso à conta da vítima pelo aplicativo do banco. Quando eles recebiam o código de validação, que precisa ser colocado no caixa eletrônico para liberar o aplicativo, eles informavam que o cliente precisava ir até o banco fazer a validação do cadastro.

Quando a vítima inseria esse código por meio do caixa eletrônico, o aplicativo era liberado no celular dos criminosos. A partir disso, a quadrilha realizava as transferências via Pix.

Serão cumpridos 22 mandados de busca e apreensão nas cidades de São Paulo, Poá, Ferraz de Vasconcelos, Suzano, Santa Isabel e Guarulhos. A operação tem o apoio da Delegacia Seccional de Taboão da Serra e das demais seccionais da diretoria. São 44 viaturas e aproximadamente 100 policiais nas ruas.

As viaturas saíram da Delegacia Seccional de Taboão da Serra e, após os cumprimentos dos mandados, retornarão ao 2° Distrito Policial do município, localizado na Estrada Kizaemon Takeuti, no Jardim Clementino.

Últimas