São Paulo Polícia prende suspeito de matar motorista de ônibus em assalto na zona sul de SP

Polícia prende suspeito de matar motorista de ônibus em assalto na zona sul de SP

Câmeras de segurança ajudaram na identificação de Leandro Lourenço do Nascimento; crime aconteceu no dia 14 de junho

  • São Paulo | André Carvalho, da Agência Record

Milton era motorista de ônibus

Milton era motorista de ônibus

Reprodução/Record TV | Montagem/R7

A polícia prendeu o suspeito de matar o motorista de ônibus Milton Guerra Sales, que reagiu a uma tentativa de assalto e foi assassinado a tiros no dia 14 de junho, no Jardim Ângela, na zona sul de São Paulo

Leandro Lourenço do Nascimento foi capturado em cumprimento de mandado de prisão preventiva. O suspeito estava em uma comunidade, também na zona sul da capital. Imagens de uma câmera de segurança, que flagrou o assassinato, ajudaram na identificação de Leandro, que é conhecido como "Gigante do Crime", por conta de sua alta estatura. 

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia no WhatsApp
Compartilhe esta notícia no Telegram

A vítima saia de casa para trabalhar, quando foi abordada por dois homens. Nas imagens, ele aparece fechando o portão de sua residência enquanto seu veículo estava do outro lado da rua, parado e com a porta aberta. Os suspeitos se aproveitaram da situação para tentar roubá-lo.

Um homem, de moletom com capuz de cor preta, se aproxima, aponta a arma para o motorista e anuncia o assalto. O outro suspeito, de moletom com capuz azul, fica ao lado do veículo da vítima.

Milton começa a discutir com o suspeito, que exigia dinheiro. O áudio da câmera capta a fala do motorista ao suspeito: "Não tenho dinheiro, não, eu vou trabalhar. Eu sou trabalhador! Aqui, pode ver, só tenho remédio", disse o motorista. Ele ainda alerta os suspeitos sobre a câmera de segurança: "Olha lá, está te vendo ali".

A discussão continua no meio da rua. Milton insiste em falar que não tem dinheiro. "Não tenho, estou falando sério, não tenho", repete o homem. Os suspeitos perdem a paciência. O homem aponta a arma para o motorista e dispara.

Depois de roubar os pertences de Milton, o suspeito dá um tiro à queima-roupa no motorista. Ele grita de dor, mas permanece em pé e tenta se afastar. O suspeito se aproxima e dispara mais uma vez. O motorista começa a correr, mas cai no meio da rua e grita por socorro. Por fim, a dupla foge sem levar o veículo.

Após o crime, a Polícia Militar foi acionada, e o Corpo de Bombeiros encaminhou a vítima ao Hospital Geral do Grajaú, mas ela não resistiu aos ferimentos e morreu.

Últimas