São Paulo Polícia prende três suspeitos de promover arrastão em prédio de SP

Polícia prende três suspeitos de promover arrastão em prédio de SP

Dupla contou com a colaboração de um morador para entrar em condomínio dos Campos Elíseos e roubar apartamentos vazios

  • São Paulo | Letícia Assis, da Agência Record

Condomínio no centro de SP foi alvo de assaltantes

Condomínio no centro de SP foi alvo de assaltantes

Reprodução/Google

A polícia prendeu três homens suspeitos de roubaram apartamentos de um prédio em Campos Elíseos, região central de São Paulo, na tarde desta sexta-feira (17). O crime aconteceu em um prédio localizado na avenida Rio Branco por volta das 18h30.

De acordo com o repórter Thiago Gardinali, da Record TV, dois homens entraram nas dependências do prédio e passaram a entrar nos imóveis para furtar objetos de valor.

O esquema dos criminosos consistia em mexer na porta dos imóveis para constatar se havia moradores no local. Ao confirmarem que o local estava vazio, a dupla invadia e roubava.

Após o crime, a dupla partia para outro apartamento. Em determinado momento, por volta das 18h35, em uma residência do 8º andar, os suspeitos tentaram invadir um imóvel, mas o morador estava no local.

Ao perceber a presença da dupla forçando a entrada, a vítima gritou com os criminosos que fugiram pelas escadas.

As imagens das câmeras de segurança do condomínio registraram o momento em que os suspeitos tentaram entrar no imóvel e, em seguida, a fuga da dupla.

O morador então ligou para a síndica informando o que havia acontecido. Com as informações, a mulher puxou as imagens das câmeras de segurança e rapidamente acionou a PM (Polícia Militar).

As equipes policiais foram encaminhadas ao endereço e conseguiram deter a dupla ainda dentro do elevador do residencial.

Questionados sobre como conseguiram entrar no condomínio, uma vez que o local possui portaria eletrônica, os detidos informaram que o acesso havia sido liberado por um comparsa que é morador do prédio.

O terceiro homem envolvido foi identificado e preso. Segundo o repórter, ele estava beneficiado com a saída temporária. A polícia agora tenta identificar as demais vítimas do grupo.

O caso foi registrado no 77° Distrito Policial do Santa Cecília e o trio autuado por furto qualificado e associação criminosa.

Últimas