São Paulo Policial militar de folga reage a assalto, atira e fere suspeito na zona leste de São Paulo

Policial militar de folga reage a assalto, atira e fere suspeito na zona leste de São Paulo

Agente foi abordado por dois homens em uma moto. Um levou tiro de raspão e foi detido e o outro conseguiu fugir após o crime

  • São Paulo | Letícia Assis, da Agência Record

Crime ocorreu na avenida Bernardino Brito Fonseca de Carvalho, na região da Vila Matilde

Crime ocorreu na avenida Bernardino Brito Fonseca de Carvalho, na região da Vila Matilde

Google Street View

Um suspeito foi baleado e outro fugiu após um policial militar de folga reagir a uma tentativa de assalto na avenida Bernardino Brito Fonseca de Carvalho, na Vila Matilde, zona leste de São Paulo, na noite de terça-feira (9).

Câmeras de segurança registraram a ação dos suspeitos. A dupla, que estava em uma moto, se aproximou da vítima, um agente à paisana também em uma moto, e anunciou o assalto.

Ao perceber que os homens emparelharam com o veículo, o policial desceu da moto e rapidamente disparou contra os homens, atingindo um deles.

O PM chegou a entrar em luta corporal com um dos suspeitos, enquanto o segundo fugiu a pé na direção contrária. Após alguns segundos de empate, o suspeito conseguiu se desvencilhar do agente e correu na direção oposta do parceiro.

Por conta da briga durante a tentativa de assalto, alguns veículos que trafegavam na via não conseguiram passar pela pista e ficaram travados no trecho anterior.

Segundo o 8° Batalhão de Polícia Militar Metropolitano, a corporação foi acionada para prestar apoio ao agente e, após alguns minutos, conseguiu localizar e prender o suspeito baleado.

Ele, que levou um tiro de raspão no rosto, foi encaminhado ao Hospital Municipal Doutor Alexandre Zaio. Após ser medicado, foi detido e encaminhado à delegacia, juntamento com a arma falsa em que usava.

O policial envolvido na ocorrência, que reagiu a tentativa de assalto, não ficou ferido durante a ação.

A área permaneceu preservada até a chegada das equipes técnicas, que realizaram os exames e liberaram a via. O caso foi registrado no 10° DP (Penha).

Últimas