São Paulo Policial tenta matar colega dentro de batalhão da PM em São Paulo

Policial tenta matar colega dentro de batalhão da PM em São Paulo

Segundo fonte do batalhão, sargento estaria sofrendo de problemas psicológicos há semanas, mas continuou trabalhando

  • São Paulo | Rodrigo Balbino, da Agência Record

Soldado foi levado ao Hospital Sameb, em Barueri

Soldado foi levado ao Hospital Sameb, em Barueri

Reprodução/ Google Maps

Um policial militar tentou matar um companheiro de farda no Parque dos Camargos, em Barueri, na Grande São Paulo, por volta das 17h45 deste domingo (20). A tentativa de homicídio aconteceu na sede da 1ª Companhia do 20° Batalhão de Polícia Militar de São Paulo, na avenida Zélia, número 1.330.

De acordo com informações de um policial da própria companhia, o sargento conversava com um soldado quando tentou sacar sua arma para matar o colega. Nesse momento ele foi impedido por dois policiais. 

Segundo a fonte, o sargento, que sofre de transtornos psicológicos, estava disposto a matar o soldado e em seguida cometer suicídio. Ele foi contido e colocado em uma viatura dos bombeiros para ser levado ao Hospital Sameb, em Barueri.

Já no veículo ele gritava que os policiais iriam matá-lo no trajeto e que os PMs são assassinos. Ainda de acordo com o policial, o sargento já demonstrava estar com problemas de ordem psicológica e mesmo assim o comando o manteve no serviço operacional, armado e atendendo o público.

Em nota enviada nesta segunda-feira (21), a assessoria da Polícia Militar afirma que o episódio ocorreu quando o policial teve que fazer um deslocamento até uma das companhias do batalhão. "Outros membros da equipe perceberam sinais de repentina perturbação mental, por motivos a serem esclarecidos. Por causa da iminente necessidade de amparo, o policial foi contido e conduzido a atendimento especializado. Não houve disparo de arma de fogo."

Últimas