São Paulo Prédio atingido por incêndio no centro de SP não tinha alvará do Corpo de Bombeiros

Prédio atingido por incêndio no centro de SP não tinha alvará do Corpo de Bombeiros

AVCB certifica se a edificação funciona em condições de segurança. Mais de 50 homens combatem chamas há mais de 18 horas

  • São Paulo | Do R7, com informações de Letícia Dauer, da Agência Record

Inicialmente, não houve vítimas, mas dois bombeiros sofreram queimaduras

Inicialmente, não houve vítimas, mas dois bombeiros sofreram queimaduras

Edu Garcia / R7 / 11.7.2022

O prédio atingido pelo incêndio na noite de domingo (10), no centro de São Paulo (SP), não possuía o AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros). A informação é do capitão André Elias, porta-voz do Corpo de Bombeiros.

O chamado alvará dos bombeiros, emitido pela corporação, certifica se a edificação funciona em condições de segurança contra incêndios.

Mais de 50 bombeiros combatem as chamas há mais de 18 horas no local, próximo à rua 25 de Março. Inicialmente, não houve vítimas, mas dois agentes da corporação tiveram queimaduras e, feridos, foram levados ao pronto-socorro do Hospital Tatuapé, na zona leste paulistana.

Apesar das rachaduras e trincas nos imóveis afetados, não há risco de desabamento do prédio, segundo o Corpo de Bombeiros.

Investigação

Segundo o boletim de ocorrência, o Corpo de Bombeiros foi acionado para atender ao chamado por volta das 21h de domingo, na rua Barão de Duprat. Um prédio comercial localizado na rua Abdo Schain foi completamente destruído pelas chamas.

Policiais militares que apoiavam as equipes apreenderam cinco caixas de carregadores de celular encontradas em um estacionamento na rua Barão de Duprat.

Imagens de câmeras de segurança mostram um homem desconhecido saindo do local carregando sacos pretos cheios de objetos. Os aparelhos foram encaminhados para perícia técnica.

O caso foi registrado como incêndio e furto no 8º Distrito Policial, no Brás, responsável pela investigação.

Últimas