São Paulo Prefeitura de SP libera passe livre em ônibus no domingo de eleição

Prefeitura de SP libera passe livre em ônibus no domingo de eleição

O anúncio foi feito nesta segunda-feira (24) pelo prefeito Ricardo Nunes a secretários municipais e entidades que pediam que não houvesse cobrança de tarifa no dia do segundo turno

  • São Paulo | Do R7

Ônibus municipal em SP; coletivos terão passe livre no domingo

Ônibus municipal em SP; coletivos terão passe livre no domingo

Edu Garcia/R7 - 24.05.2022

A Prefeitura de São Paulo decidiu conceder passe livre nos ônibus municipais no próximo domingo (30), dia do segundo turno das eleições. Na ocasião, o eleitor da capital paulista votará para presidente e para governador do estado. 

A decisão se deu em reunião realizada na tarde desta segunda-feira (24) entre o prefeito Ricardo Nunes (MDB), secretários municipais e representantes de movimentos que pediam a gratuidade do transporte para facilitar o deslocamento dos eleitores.

A gratuidade funcionará das 6h às 20h, e as catracas ficarão travadas. Dessa forma, quem entrar pela porta da frente descerá pela porta da frente, e quem entrar pelas portas traseiras descerá pelas traseiras. O custo estimado da operação pela prefeitura é de R$ 7 milhões para o transporte de 3 milhões de pessoas, valor que será repassado às concessionárias do serviço. Além disso, serão disponibilizados 2.000 coletivos a mais em relação aos domingos normais.

"Todo esse processo dá uma boa sinalização para as pessoas poderem votar, fortalecerem a democracia. É um grande aceno à democracia", afirmou o prefeito Ricardo Nunes.

Abstenções

A concessão do passe livre era uma demanda de partidos e organizações para tentar reduzir o não comparecimento aos locais de votação. No estado, quase 7,5 milhões de pessoas deixaram de votar no primeiro turno, o que representa 21,61% de abstenções. O número é próximo da média histórica, com exceção das eleições de 2020, ocorridas durante a pandemia de Covid-19, quando 27% do eleitorado se absteve.

Ainda assim, o não comparecimento no primeiro turno de 2022 indica que mais de um em cada cinco eleitores não foram votar no estado.

Mais de cem entidades, entre elas a Fundação Tide Setubal, o Instituto Pólis, a Rede Nossa São Paulo e o Idec (Instituto de Defesa do Consumidor), assinaram uma carta para pedir a gratuidade à prefeitura. Os movimentos sociais celebraram nesta segunda-feira (24) a concessão do benefício.

Capitais

Ao menos outras 12 capitais brasileiras anunciaram que disponibilizarão transporte público gratuito aos eleitores no próximo domingo. São elas: Aracaju (SE), Boa Vista (RR), Belém (PA), Cuiabá (MT), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Macapá (AP), Maceió (AL), Manaus (AM), Palmas (TO), Rio Branco (AC) e Rio de Janeiro (RJ).

Últimas