São Paulo Prefeitura mantém obrigatoriedade do uso de máscara em SP

Prefeitura mantém obrigatoriedade do uso de máscara em SP

Segundo estudo da gestão municipal, a cidade não se encontra em situação confortável para a retirada da obrigação do equipamento

  • São Paulo | Do R7

Próximo estudo será divulgado no começo de dezembro

Próximo estudo será divulgado no começo de dezembro

Rovena Rosa/Agência Brasil

A Prefeitura de São Paulo manteve a obrigatoriedade do uso de máscara na capital paulista. A medida foi anunciada na manhã desta quarta-feira (10), em coletiva de imprensa com o prefeito Ricardo Nunes (MDB) e o secretário da Saúde, Edson Aparecido.

A gestão municipal apresentou um estudo com dados sobre a pandemia de Covid-19 na capital paulista, que indicou a necessidade de manutenção do uso do equipamento contra a transmissão do vírus.

“Optamos por fazer um estudo mais aprofundado, que na verdade é um plano de flexibilização de medidas não farmacológicas”, afirmou Aparecido.

Para o estudo, apresentado pela coordenadora do núcleo epidemiológico da vigilância sanitária municipal, Paula Bisordi, os indicadores avaliados foram a transmissibilidade do novo coronavírus, em que se consideraram dados como taxa de hospitalização, taxa de mortalidade e incidência de novos casos, e indicadores da assistência de saúde na cidade.

Dessas estatísticas, a mortalidade e a taxa de vacinação contra a Covid-19 são essenciais a fim de que o município chegue à chamada Situação 1 de controle da pandemia, em que haveria a retirada da obrigação do uso de máscara em locais ao ar livre, por exemplo. Por enquanto, porém, a capital ainda se encontra na Situação 2, em que a utilização permanece obrigatória.

Situações 1 e 2 de controle da pandemia de Covid-19 em SP

Situações 1 e 2 de controle da pandemia de Covid-19 em SP

Reprodução/Prefeitura de SP

O próximo estudo da prefeitura deverá ser concluído – e ter os dados divulgados – no início de dezembro, segundo o secretário.

Últimas