São Paulo Preso suspeito de vender terrenos clandestinos em São Paulo

Preso suspeito de vender terrenos clandestinos em São Paulo

Cerca de dois hectares seriam negociados em ao menos 34 lotes. Foram encontrados em um escritório, panfletos, plantas e recibos

Seriam vendidos 34 lotes irregulares, dentro de uma área de dois hectares

Seriam vendidos 34 lotes irregulares, dentro de uma área de dois hectares

Divulgação/ Agência Record

Um homem foi preso em um escritório que servia para a venda de terrenos irregulares na estrada de Cumbica, no bairro Cidade Ipava, na zona sul de São Paulo. Segundo policiais do 1° BPAmb (Batalhão de Polícia Ambiental), cerca de dois hectares de APRM (em Área de Proteção e Recuperação dos Mananciais), seriam vendidos clandestinamente.

Durante a vistoria no terreno, foram encontrados panfletos, duas plantas de loteamento informando a venda de 34 lotes e um talão de recibo para controle de pagamentos. Também foram recolhidas duas fichas de termo de compromisso de compra.

O material foi apreendido e o suspeito conduzido à 1ª  DIIMA (Delegacia da Divisão de Investigações sobre Infrações de Maus Tratos a Animais e demais Infrações contra o Meio Ambiente), do DPPC (Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania), onde o caso foi registrado. Os envolvidos devem responder por crime contra a administração pública.

*Estagiária sob suspervisão de Letícia Dauer, da Agência Record.

Últimas