São Paulo Procurado há dois anos, ex-sócio da Daslu é preso em São Paulo

Procurado há dois anos, ex-sócio da Daslu é preso em São Paulo

Segundo a polícia, Antonio Carlos Albuquerque tinha dois mandados de prisão abertos contra ele por crimes fiscais

  • São Paulo | Geovanna Hora*, da Agência Record, com informações da Record TV

Ex-sócio da Daslu, preso em São Paulo

Ex-sócio da Daslu, preso em São Paulo

Reprodução/Record TV

Antonio Carlos Piva de Albuquerque, ex-sócio da loja Daslu, foi preso no Morumbi, na zona sul de São Paulo, nesta segunda-feira (30). Ele foi abordado por policiais do 16º Batalhão de Polícia Militar Metropolitano (BPM/M) na rua Engenheiro Oscar Americano.

O diretor foi localizado após trabalhos do serviço de inteligência da Polícia Militar. Segundo a corporação, Antonio era procurado desde 2020 e tinha dois mandados de prisão abertos contra ele por crimes fiscais. Ele foi levado para o 89º Distrito Policial, do Portal do Morumbi.

A irmã dele, Eliana Tranchesi, era proprietária da butique de luxo Daslu. Em 2005, os dois irmãos e cinco representantes de importadoras foram denunciados por participação em esquema de importação fraudulenta.

Antonio e Eliana eram apontados como os líderes do grupo. Os sete foram denunciados pelo Ministério Público Federal por formação de quadrilha, descaminho aéreo consumado — importação de produtos lícitos feita de maneira irregular—, descaminho aéreo tentado — tentativa de fazer a fraude, mas sem conseguir — e falsidade ideológica.

Eliana Tranchesi morreu aos 55 anos, em 24 de fevereiro de 2012, por complicações de um câncer de pulmão. Assim, o processo contra ela foi arquivado, mas seguiu contra os outros réus.

*Sob supervisão de Mariana Rosetti

Últimas