São Paulo Protesto em São Paulo tem confronto e seis são detidos

Protesto em São Paulo tem confronto e seis são detidos

PM diz que participantes do ato depredaram agência bancária e concessionária. Bombas de gás lacrimogêneo foram lançadas


  • São Paulo | Do R7

Confronto ocorreu durante a dispersão do protesto, na rua da Consolação

Confronto ocorreu durante a dispersão do protesto, na rua da Consolação

Amanda Perobelli/Reuters

Um confronto entre manifestantes e policiais ocorreu durante protesto contra o governo federal na cidade de São Paulo neste sábado (24). De acordo com a Polícia Militar, seis pessoas portando objetos, como soco inglês e fogos de artifício, foram detidas e encaminhadas ao 78º Distrito Policial da capital.

Milhares foram às ruas em todo o país desde o início da manhã e, na capital paulista, o protesto se concentrou às 15h no vão do Masp e seguiu pela avenida Paulista a caminho da rua da Consolação, com destino à praça Roosevelt. 

A caminhada dos manifestante começou por volta das 16h30. O confronto ocorreu em torno de 18h30 na rua da Consolação, próximo à estação Higienópolis-Mackenzie da Linha 4-Amarela do Metrô. Ainda não se sabe o que provocou o confronto, nem se há pessoas feridas ou opresas.

A Polícia Militar e manifestantes relataram as agressões nas redes sociais. "Vândalos presentes na Manifestação #24J quebraram vidros do banco Itaú e tentam retirar tapumes da Concessionária Hyundai, da Rua da Consolação. Tropa de Choque atua na região", informou a PM. Mais cedo, antes do confronto, cinco pessoas havam sido detidas por portarem materiais proibidos, como um soco inglês.

Segundo os militares, "foram registradas depredações em uma agência bancária, em um ponto de ônibus, e tentativas de vandalizar outros estabelecimentos, além do lançamento de objetos contra a tropa".

Em publicação nas redes sociais, o governador João Dória disse condenar o vandalismo nas manifestacões "Quem age como vândalo é tão autoritário e violento como aquele que é alvo do protesto. Democracia significa dialogo, equilíbrio, jamais baderna", escreveu.

Imagens do Movimento Passe Livre mostram momentos em que a PM atira bombas de gás lacrimogêneo contra os manifestantes na região do Cemitério da Consolação. 

Homem é detido após confrontos entre manifestantes e policiais militares

Homem é detido após confrontos entre manifestantes e policiais militares

Carla Carniel/Reuters
Polícia Militar usou bombas de gás lacrimogênio para dispersar manifestantes

Polícia Militar usou bombas de gás lacrimogênio para dispersar manifestantes

IGORSMITH/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Últimas