São Paulo Quadrilha invade empresa de valores e faz ataques em Santo André

Quadrilha invade empresa de valores e faz ataques em Santo André

Suspeitos estouraram um dos portões da empresa, mas não conseguiram entrar

Quadrilha invade empresa de valores e faz ataques em Santo André

Ataques foram feitos a partir das 3h31 desta quarta-feira

Ataques foram feitos a partir das 3h31 desta quarta-feira

Marcelo Gonçalves/SigmaPress/Estadão Conteúdo

Uma quadrilha armada com fuzis e explosivos invadiu a empresa de valores Protege para uma tentativa de roubo, por volta das 3h30 desta quarta-feira (17), na rua Coqueiros, no Jardim Utinga, em Santo André, no limite com a cidade de São Caetano do Sul, na região do ABC Paulista. Nada foi levado pelos suspeitos.

Vizinhos que ouviram as explosões na Protege comunicaram o Copom (Centro de Operações da Polícia Militar). Os Batalhões da região, a Rota (Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar), o helicóptero do Grupamento Aéreo da PM, além do Corpo de Bombeiros foram acionados para a ocorrência.

De acordo com a PM, a quadrilha estourou um dos portões da empresa, mas não conseguiu entrar na transportadora. Durante a tentativa de assalto, enquanto parte do grupo tentava entrar na Protege, outros suspeitos se posicionaram em pontos estratégicos da região para evitarem a ação de policiais.

Na fuga, suspeitos colocaram fogo em diversos veículos pela região. Há registro de focos de incêndio em carros na rua Coqueiros, local onde a Protege está instalada; na avenida da Paz, em Santo André, além de diversos pontos em São Caetano do Sul —incluindo um caminhão na rua Piratininga — e um caminhão na avenida do Estado. A PM informou que não é possível especificar todos os pontos e quantos veículos foram atingidos.

Para tentar impedir a fuga da quadrilha, a PM montou vários pontos de bloqueio nas principais entradas e acessos à região do ABC paulista. Ainda de acordo com a polícia, durante o cerco aos suspeitos houve trocas de tiros. Não há informações se algum PM ou algum assaltante ficou ferido.

Informações iniciais indicam que um ajudante de caminhoneiro foi baleado após ser abordado pela quadrilha — que pegou o caminhão e ateou fogo na avenida do Estado. O resgate foi acionado e o socorreu ao Hospital Albert Sabin. Seu estado de saúde não foi informado. Até a publicação desta nota, não havia informações de detidos ou mais pessoas feridas. O caso deve ser encaminhado ao 4º Distrito Policial de Santo André.

Em nota, a Protege informou "que a atuação dos vigilantes e as barreiras do sistema de segurança impediram o roubo e maiores consequências. Houve registro de um colaborador ferido por estilhaços, que já recebeu atendimento e, felizmente, passa bem. A Protege aguarda a apuração dos fatos e, para isso, colabora com as autoridades policiais em sua investigação".

Tentativa de assalto a empresa de valores termina com ação cinematográfica no ABC Paulista: