São Paulo Receita Federal apreende cocaína diluída em vinho em Cumbica 

Receita Federal apreende cocaína diluída em vinho em Cumbica 

Com ajuda de cães farejadores, foi encontrada no aeroporto a droga diluída em vinho branco em embalagens plásticas num total de 122,5 kg 

Droga encontrada em Aeroporto de Guarulhos estava diluída em vinho branco

Droga encontrada em Aeroporto de Guarulhos estava diluída em vinho branco

Foto: Divulgação/Receita Federal

Na última segunda-feira (27), a Receita Federal frustrou duas grandes tentativas de tráfico de cocaína em território brasileiro. 

A primeira ocorreu no Aeroporto de Guarulhos. No caso, a Alfândega interceptou uma carga de cocaína diluída em vinho branco em pacotes plásticos num total de 122,5 kg. A droga tinha como destino a Guiné Equatorial.

Leia também: PIB 2019: Por que o tráfico de drogas entra no cálculo do indicador europeu e como essa conta poderia inflar o indicador brasileiro

A descoberta foi feita durante a inspeção e contou com a ajuda de cães farejadores. A carga foi encaminhada à Polícia Federal e só será apurada a quantida total de cocaína após a realização da perícia. 

Já a segunda se deu no início da noite de ontem, mas no Porto de Santos, no litoral de São Paulo. A ação de vigilância frustrou a tentativa de envio ao exterior de 322 kg de cocaína. A droga foi encontrada em um contêiner com indícios de violação. A carga continha carne congelada e tinha como destino o porto de Rotterdam, na Holanda. 

A identificação foi feita por meio de varredura de imagens e verificação do pátio. 

Pela disposição das bolsas no interior do contêiner, a suspeita é de que os criminosos tenham usado a técnica conhecida como "rip-on/rip-off", em que a droga é colocada em uma carga lícita sem o conhecimento dos exportadores e importadores.  

Só no mês de maio, até esta terça-feira (28), ocorreram nove apreensões no Porto de Santos, que somam quase 3,5 toneladas de drogas. Se for considerado o ano inteiro, a quantidade de narcóticos apreendidas já supera a marca de 10 toneladas.

A quantidade de drogas apreendidas só nos cinco primeiros meses de 2019 quase supera a marca anual dos anos de 2016 e 2017, que tiveram 10.622 kg e 11.540kg de substâncias ilícitas apreendidas, respectivamente. No ano passado, foram 23.119 kg recolhidos pelas autoridades. 

A droga interceptada ficará sob a guarda da Delegacia de Polícia Federal de Santos, que vai prosseguir com as investigações. 

*Estagiário do R7, sob supervisão de Ana Vinhas

Últimas